terça-feira, 8 de dezembro de 2015



Liz,

Ontem você assistiu pela primeira vez, o vídeo do seu nascimento. Viu absolutamente tudo!
O procedimento cirúrgico, os primeiros cuidados com você, a mamãe te vendo pela primeira vez, seus olhinhos se abrindo forte, seu primeiro choro...
Foi intenso ver suas reações, do começo ao fim. 
Primeiro você se assustou ao ver o médico cortando a minha barriga e "cavando" até te achar. Sua carinha ficou com a expressão confusa e tensa.
Quando você saiu de dentro de mim, olhei para seu rostinho e vi lágrimas escorrendo. Aí você chorou mais forte e me abraçou.
O pediatra e a enfermeira te levaram para pesar, medir, limpar. E você não gostou de ver os dois te deixando chorar, tremendo de frio e medo e pior; cortando metade do seu cordão umbilical. Senti que você percebeu que foi feito um corte no nosso vínculo uterino. A ruptura é forte! =(
  Logo ouvi sua  indignação: - Eu não quero mais ver!!
Então te encorajei a continuar assistindo, te explicando que era assim mesmo que acontecia com todos os bebês!!
Quando você voltou para os meus braços e eu te dei um beijo, você voltou a chorar em silêncio. E eu também chorei, pois me emociono todas as vezes que assisto esse filme tão maravilhoso, o filme da minha vida!!
A gente se abraçou e vivemos aqueles minutos de emoção juntinhas, eu e você, três anos depois daquele dia registrado no vídeo!!
Quando a enfermeira te levou sozinha para a incubadora do berçário, novamente você sofreu a dor da separação entre nós duas.
E por mais uma vez, precisei te explicar a duras penas, como funcionam as coisas.
Hoje você quis rever o filminho junto com o papai e sua percepção já mudou bastante. 
Os impactos e sustos se desfizeram e você já lidou melhor com os momentos de ruptura entre nós.
Fiquei muito emocionada com tudo isso.
E ao mesmo tempo, muito sentida de ter que explicar sobre as vezes em que nos separamos.
Isso me dá ainda mais a certeza de tentar, futuramente, um parto diferente do que foi o seu. Não precisar viver esses pequenos, porém dolorosos  minutos de distâncias entre mãe e bebê.
Mas de qualquer forma, a emoção que vi em seus olhos em se ver chegando ao mundo....isso não tem explicação!!
Eu te amo tanto, mas tanto, minha filha!!!

Nenhum comentário: