quinta-feira, 24 de abril de 2014

Como podemos amar tanto sem caber no peito? Sem entender e mensurar o tanto de tanto que é tanto. Um amor que chega a latejar o coração!! O amor mais avassalador do mundo, esse que uma mãe sente por seu filho!!!
Todos os meus dias são muito mais felizes e completos depois que a Liz chegou na minha vida. Não há tempo nem espaço pra tristeza!!! Esse é o poder do amor de mãe!! Transformações eternas!!!

Nenhum comentário: