terça-feira, 21 de janeiro de 2014




Eu super sou apaixonada em gente!
Gente é coração, pele, expressão, sorriso!!! Como não amar essa intensidade que é uma pessoa? Da mesma forma, se alguém me faz sofrer, como não chorar? E chorar também significa amar!
Muita gente me emociona muito! Mas gente ESPECIAL então, move minha vida! 
Esses dias, por exemplo, estava perdida nas encruzilhadas da Ribeirânia. Fui levar o convite de aniversário da Lili e acabei numa rua sem saída, onde o número acabava no 332 e eu precisava ir no 871. Decidi parar o carro e continuar a pé. Estava com  a Liz e a peguei no colo pra ir caminhando. Mega pesinho dessa baby girl, mas fui que fui! No meio da encruzilhada, eis que aparece um rapaz com deficiência mental, super dócil:
-Onde você está indo, moça bela?
(Já quase apertei a bochecha dele nessa abordagem so cute, né? Fofo! Hahaha)

- Quero ir no número 871, mas me perdi. Vi que a rua acaba no 332 e vou a pé mesmo.
- Mas a nenê está grande né? Não ta pesada? Você vai andar muito!
- Tá pesada mesmo, mas estou com preguiça de dar a volta de carro. Até eu achar a rua de novo...
Aí vagarosamente e com uma fala travada pela dificuldade da dicção, ele me explicou todo o caminho que eu teria que fazer de carro para chegar no destino desejado.
Assim que ele acabou, me convenci a voltar para o carro e corrigir o caminho, hahahha...
- Obrigada pela paciência, viu? (eu)
-Paciência? Paciência foi o que você teve comigo. Eu nunca consegui falar todo esse tempo que falei com ninguém. Ninguém tem paciência para me escutar, moça bela!

(Novamente, quase apertei a outra bochecha dele, kkkk)
Me despedi, jogando um beijo pra ele. Numa mão estava a Liz, na outra os convites, super sem jeito de me aproximar.
E por isso ele se aproximou até mim, fazendo gesto que me beijaria na boca, rs...mas antes mesmo que eu me desviasse com delicadeza, ele mudou o rumo e deu um beijo na testa da Liz!!! Ela sorriu!!!
Aiiiii, quase chorei ali mesmo!!!

Sei que entrando no carro, não deu outra! Derramei minhas lágrimas de alegria e emoção e fui embora pensando na fofura que é um ser humano provido de necessidades especiais!
O próprio nome diz! ESPECIAIS. Não é por acaso que eles nascem assim. Deus os faz exatamente para mudar o dia - e por que não a vida- de muita gente comum, como eu!!
=)

Nenhum comentário: