segunda-feira, 10 de junho de 2013

Dez coisas que não se deve dizer a mães que trabalham fora (porque as irritam!)

1. “Ai, eu não sei como você consegue! Eu sinto tanta falta dos meus filhos… ” - 
(humm… como se eu não enlouquecesse de saudades todos os dias e não pensasse 24h nos meus.)

2. “Como você fica confortável deixando que outras pessoas criem seus filhos?”
( desde quando a criação dada a eles vêm dos outros. Enquanto trabalho, alguém que eu confio muito, toma conta dos meus filhos para mim, mas criar quem cria sou eu!)

3. “- Você trabalha fora?
- sim.
- E ele fica o dia todo na escola?
- sim.
- ai, que dó!”
(dó do que, minha filha?, Dó de uma criança que está com outras crianças aprendendo, socializando, rindo, se divertindo, aprendendo regras, rotina, desenvolvendo suas habilidades e que compreende que não sou grudada nela pois cada um é um  ser individual e inclusive ela irá crescer e ser alguém por si só!!E que mesmo assim, o amor será sempre o mesmo, juntos integralmente ou não?!)

4. “Que pena que você tenha que trabalhar… ” ( pera lá, querida! Nem todas as mãe trabalham porque precisam, tem mãe que trabalha porque gosta de contribuir à humanidade, porque estudou para isso, porque tem um dom e quer colocá-lo em prática, porque quer ter um dinheirinho só pra ela e o marido que dê conta da casa  e nem por isso é menos mãe!!)

5. “Coitado! Vai viver doente.” ( ah tá , então agora filho só fica doente porque está longe da mãe, filho que fica em casa com a mãe não fica doente de jeito nenhum???)

6. “Mas ela fica no berçário o dia tooooodo?” - (não, minha filha. só enquanto eu tô no trabalho, de 9 às 18h. e vai muito bem, obrigada. Está se desenvolvendo um monte, muito mais do que se estivesse em casa!)

7. “Não tem jeito de você ficar com ele ?” - (Tem todo o jeito do mundo e mais importante do que quantidade de presença é qualidade, nas horas que estamos juntos sou uma mãe disposta e renovada e não cansada e sem ideias para as próximas brincadeiras, os próximos dias em que seremos só eu e meu filho o dia todo em casa...)

8. “Assim é fácil colocar filho no mundo, para os outros criarem”. (arrrrrrh… dá vontade de esganarrrrrrrr, como se a criação fosse das outras pessoas e não nossa? Pessoas que não diferem cuidar de criar)

9. “Você deve estar com o coração partido”. (não, estou aliviada de poder sentar, beber água, navegar na internet, ir ao banheiro, tomar banho, fazer as unhas, cuidar da pele, namorar meu marido normalmente e ser uma mãe sempre disposta e motivada para cuidar dos meus filhos. Do contrário, que eu me lembre da licença, nem banho conseguia tomar e estava sempre muito cansada da mesma rotina, meu filho também!)

10. “Mas o pediatra do meu filho falou….” (tá, se o o pediatra do meu filho ficar com ele , ou pagar as minhas contas, ou me fizer uma mãe disposta mesmo 24h sem descanso e sem novos ares, eu prometo deixá-lo longe da escola até os 3 anos recomendados)

(Diga-se de passagem a escola, a pedagogia discorda da medicina nesses três anos recomendados!!! Nenhuma criança adoeceu por ir à escola antes dos três anos! Pelo contrário! Somente ganhos!!)

11. “Ah, eu quero ficar em casa e ser uma mamãe em tempo integral” (eu não deixo de ser mãe quando vou ao escritório. eu trabalho e continuo sendo mãe em tempo integral, com a diferença que sou profissional também e consigo me equilibrar, dar conta de tudo, tenho mais trabalho ainda e mesmo assim sou alguém mais disposta do que as mães de casa full time, pode apostar!)

12. “Como assim o pai/avó que cuida do bebê enquanto você trabalha? Não acha que alguma coisa tá invertida?” (invertida só se for a sua cabeça careta! Além do que, dar a oportunidade ao meu filho de conviver com pai e avó também é um direito que eles todos têm, uma relação que assim como a nossa também precisa ser exercitada. Não estarei a vida toda grudada no meu filho, embora quisesse, meu lado altruísta fala mais alto nessa hora de escolher para meu filho que tipo de criança ele será...viciada só em mim ou de bem com todo mundo )

Fonte: Potencial Gestante.

Gostiiii!!!
Eu penso assim também!!
;)

Nenhum comentário: