segunda-feira, 15 de abril de 2013



Verdade ou Mentira?
( Com a Liz, aprendi que muita coisa era mito...)

Bebês e suas peculiaridades! Cada um é um, bem particularzinho!
Antes da Liz nascer, eu ouvia que leite materno não sustentava como o leite em pó, por isso bebês de LA dormiam a noite toda e bebês de LM não.
Mentira! Minha filha dorme de 6 a 7 horas seguidas (desde 1 mês) apenas com uma boa mamada de LM.
Pessoas me diziam que se o bebê pegasse a mamadeira e chupeta, nunca mais pegaria o peito e que a dentição ficaria comprometida futuramante.
Lili chupa chupeta em horas de dor (apenas para acalmar a cólica, ela não tem o hábito de dormir com a chupeta porque ela mesma não gosta.) e algumas vezes tiro meu leite e coloco na mamadeira, quando preciso sair por mais tempo ou quando ela tem crises de cólica e sente dor ao fazer força na sucção)...volto e ela pega meu peito com a melhor boquinha do mundo! Inclusive ela chora algumas vezes para mamar mamadeira  e sorri quando é meu peito! Então, mais uma vez a história da mamadeira COMIGO não procede!! =) Mito!
Chupeta? Eu chupei, meu gêmeo chupou e meu irmão caçula também. Os meninos até  1 ano e 2meses e eu até 11 meses! Tá todo mundo com os dentes certinhos, bonitos e detalhe: sem nunca termos tido cáries! Isso mesmo! Os dentes não só não entortaram como nada os estragou...nunca fizemos uma obturação!
P.S: e papai é dentista!!! =)
(tudo depende da frequência com que se é dada a chupeta, para qual finalidade, que tipo de chupeta será utilizada e até quando ela será artifício para o bebê.)
Pessoas me diziam que o leite materno não engordava como o leite em pó. Mentira!
Minha filha engorda mais do que bebês do leite em pó e isso para mim não é importante (ser gorda ou não ser). Importante é ser saudável e isso graças a Deus minha lindinha é por méritos meus, uhuuuuu!! Mas esse negócio do bebê ser gordo porque mamou LA e o bebê ser magro porque mamou LM também não procede! Minha bebê é gordinha, pesa mais que alguns bebês da fase dela e só mama LM. 
As mamadas dela duram 1 hora (por mamada) e ela me solicita a cada 2horas e meia/ três horas durante o dia. Criou a própria rotininha, o que eu acho ótimo porque ela mesma cria o hábito da hora da alimentação completa e não do petisco de mamar de pouquinho em pouquinho a cada 30, 40 minutos, como muitas mães fazem, confundindo o significado e o propósito da livre demanda!
(Livre demanda for me é quando o bebê pede de verdade! E não quando a mãe acha que ele pediu porque tem mãe que acha que tudo é fome! Oh dó...do bebê! Rs...)
Escutei muito que era importante acordar o bebê para mamar e que muitos com 1 ano, 2 anos ainda acordavam de madrugada para  mamar. 
Ok. Fiz isso nas duas primeiras semanas de vida da Liz. Resultado: caos!
Ela se irritava, não mamava, ficava enjoada o resto do dia/noite e eu acabada! E todo mundo sabe que mamãe acabada é mamãe sem energia: não podemos nos dar ao luxo de ficar sem forças!
A solicitação real advinda do bebê é o segredo do sucesso da mamada! E ponto final!
Muita gente me disse que era bom deixar o bebê agitado de dia, para ele dormir à noite.
Mentira!!!
Aqui em casa, quanto mais agitada a Liz ficar, menos ela vai dormir à noite. É mais ou menos: o jeito que ela ficará durante o dia será o jeito que ela dormirá durante a noite!
Escutei demaaaais: a hora que o bebê dormir, dorme também.
E todos os bebês dormem muito? Mentira!!
Minha bebê desde que nasceu nunca me deu esse gostinho de eu poder dormir também, kkkkkk...
Antes, claro, ela dormia um pouco mais...hoje ela cochila por no máximo 40 minutos e logo acorda querendo brincar...fica acordada muuuuuito tempo e só volta a cochilar de novo depois de mamar.
Mas tenho em casa  uma bebê/criança que dorme e dormirá  pouco como o pai!
Puxou mesmo, não tem jeito! Ótimo! Melhor assim...
Quem já leu/estudou que bebês que dormem menos durante o dia têm mais concentração? E não é?!
=)
Todo mundo fala sobre vícios que as mães acabam criando em seus bebês. 
Um deles o vício do colo.
No início, a Liz nem parecia RN.  Não gostava de colo. E eu deixava ela no berço, carrinho porque se pegasse era choradeira, fazer o que?
Hoje ela AMA! E eu AMO mais!
Faço ela dormir no colo, acalmo no colo, beijo no colo, tudo no colo e ela consegue numa boa, saber a hora de NÃO ficar no colo (para dormir à noite por exemplo). Eu amo essa interação minha com ela...olhos nos olhos, coração no ouvidinho dela, meu cheiro nela e o dela em mim...nada melhor!
Sei que logo isso vai acabar, ela vai sair correndo pela casa nem aí para o meu colinho. Então aproveito mesmo!! Dou colo a la vontè! Hahaha...
Aprendi nesses quase três meses de maternidade real , maciça e vivida na pele que muito dos alardes por aí são mitos. Pelo menos comigo e com minha bebezinha linda.
Muita coisa é monstro, bicho-papão para você não dormir sossegada ou se sentir culpada por não fazer algo que a "maternidade da perfeição" prega.
Com muitos bebês tudo isso pode ser verdade: mamadeira que causa desmame precoce no peito, chupeta que entorta dentes, livre demanda maluca de mãe confusa(rs) e etc...
Mas não é regra! Com a minha filha tudo é light, sem trampolins, sem monstros e bichos-papões feios que as pessoas pintam antes de você ser mãe, sem neuras e sem a menor preocupação de me mostrar uma mãe que segue à risca o que pressupostamente é o certo. Certo é conhecer o filho de verdade e agir mediante suas necessidades, saber prever e principalmente, saber resolver...Saber oferecer podendo correr o risco de precisar tirar, saber tirar correndo o risco de precisar voltar a dar...mais ou menos assim! Eu faço o certo da minha maternidade e até agora, graças a Deus, só acertos reconhecidos! ;)
Considere-se também o bebê em especial. A Liz é um bebê que não me dá nenhum tipo de trabalho, nunca sequer teve um nariz entupido e um bumbum assado, hahahaha...Nem reação de vacina eu sei o que é ainda...nem isso me acontece! =) Cólica ela tem muitaaaaaaaa!!! E colo e beijo na testa resolvem! Minha bebê é uma benção! Só tenho a agradecer... 
Então certo, para mim, é querer ver seu filho feliz e você maternalmente realizada, sem julgar a maternidade alheia...
A nossa maternidade já é intensa demais pra gente querer meter o bedelho na maternidade da mamãe ao lado, hehehe...
=)


Nenhum comentário: