sábado, 29 de dezembro de 2012





Ano passado nessa época estávamos eu e meu amor em Paris, tentando aproveitar cada segundinho, cada cantinho da cidade mais linda e romântica do mundo!! Estava muito friiiio, muito perfeito para uma viagem só nós dois, viagem de "grudinho" gostoso e infinito. Paris estava iluminada, lotada, molhada, maravilhosa, abraçando todos os apaixonados! Lembro que eu falava para o Louis que eu queria que o tempo parasse ali, que o mundo acabasse lá, hahaha...
Foi nossa melhor viagem de reveillon, sem dúvidas!
AMO viajar em fim de ano - principalmente só eu e o hubbyto- e esse ano estou aqui, redOOnda, pesada, inchada, com 36 semanas e uns dias (pelo ultrassom), com muitos desconfortos. A Liz está encaixadíssima, pressionando ao máximo a mamãe. Hoje senti uma dor fortíssima, aguda, enquanto voltávamos do shopping e uma pressão intensa. Tenho a sensação de que foi um encaixe da Lili pra descer, mas agora estou aqui tentando me esforçar o menos possível (#sóquenão...risos) pra ela não querer adiantar sua vinda ao mundo, embora eu esteja MORRENDO de vontade de ter minha filha logo no meu colinho. Mas ainda dá pra esperar mais, ganhar mais peso, ficar mais fofa e gostosa pra mami e papi!!
E mesmo assim, com mil desconfortos finais e SEM viajar com meu marido, nenhuma viagem se compara à sensação de ter aqui dentro de mim, um motivo maior e incrível de "ter que ficar aqui, quietinha": uma bebê!! Uma bebê formadinha dentro da minha barriga que só espera mais uns dias para sair de dentro dela! Um serzinho que pisca, chupa dedinho, estica mãozinhas e pernas, desce cada vez mais para tentar escapar logo desse mundo escurinho, alguém que ama a minha voz, a voz do pai, que me sente, que me dá cotoveladinhas e se espreme todinha pela falta de espaço que ocupa dentro de mim...um ser humaninho lindo, especial que eu fiz! Eu e meu amor, com amor!! =)
Nunca imaginei que amor de mãe fosse assim tão imenso (maior do mundo), que um dia eu acharia mais interessante ficar em casa em fim de ano do que ir à Paris, rs...
Que a coisa mais importante na minha vida teria vida própria, vida essa que passaria a ser minha: minha filha, minha vidaaaaa!!!
E ano que vem quando ela já estiver "grandinha", com 11 meses a viagem não será mais só minha e do maridão...seremos nós três a grudar um no outro e ver os fogos de ano novo no céu de alguma parte desse mundo!
A vida com a LIZ será mais feLIZ!
A verdade é que a vida nunca mais será a mesma, em nenhum sentido, com a  chegada da Liz, graças a Deus!!!
Filha amada!!
=)

Nenhum comentário: