terça-feira, 28 de fevereiro de 2012




Pequenas imensas alegrias tornam um dia de trabalho super cansativo e puxado em um dia leve e inesquecível!
Hoje, uma menininha super fofa, do Infantil (que não é minha aluna), foi até à sala onde eu estava, porque me viu cantando com meus alunos e pediu minha atenção dois minutinhos. Deixei minhas crianças trabalhando uma atividade e fui ver o que aquela princesinha, que batia um pouco abaixo da minha cintura queria. Ela estava chorando porque havia sido separada da irmã, que agora só estuda à tarde e ela ficou no período integral. Com apenas 4 anos, ela me dizia: " Não tá sendo fácil ficar longe dela...", quase morri de tanto amor! Sei que coloquei uma assistente na minha sala, enquanto fui bater um papo com aquela criança fofa. Conversamos "seriamente"(haha) uns quinze minutos e aos poucos, conforme fui conversando, ajoelhada pra ficar da altura dela e olhar em seus olhos, ela foi se acalmando. Logo as lágrimas e o choro doído se transformaram em alegria e sorriso de dente de leite! =)
Ela já logo quis me mostrar que sabia escovar os dentes sozinha e me levar em sua sala de aula, que era toda colorida!! Estabelecemos ali, um elo de confiança inabalável. No fim do dia nos encontramos novamente e assim que ela me viu, formando a fila dos meus alunos, correu o corredor todinho pra me dar um abraço esmagador! Delícia!!!
Ganhei a semana!! Meu Deus, como isso é perfeito!!
Logo depois disso, outa alegria. Consegui  terminar meu dia sentando num banco e conversar, mesmo que rapidinho com minha amiga  e colega de trabalho Rô ( mais amiga! Hahaha)...
Ela é professora de inglês do Infantil e eu do Fundamental I. Mesmo trabalhando no mesmo cargo, às vezes no mesmo prédio, nossa correria é tanta, nossos intervalos de cinco minutos  são apenas para nos deslocarmos de uma sala a outra, e nisso a gente acaba que não se vê. 
Combinamos a semana toda de se encontrar na escola e não dá certo.
Hoje deu e foi delicioso ficar alguns minutinhos sentada num banco do colégio, enquanto ela esperava o filhote dela sair...Temos tanto assunto, tanta afinidade, que minha vontade era ficar o resto da noitinha no banquinho com ela, mesmo exausta...
E agora, cheguei em casa, tomei um banho bem demoradinho e vou me dar ao direito de saborear uma quiche de alho poró com suco de uva geladinho!
Diria que tive uma terça-feira mais que especial! Simplesmente inesquecível!!
=)






*
Perfeitamente fofo!
Meu amor, ao assistir a esse curta, se lembrou de mim na hora.
Ele realmente é quem mais me conhece no mundo!!
=)



sábado, 25 de fevereiro de 2012





Hoje é um sábado muito feliz e especial!
É dia de casamento!! Como eu amo quando os casais resolvem se eternizar.
O casal da vez é fofíssimo e está junto há muitos anos. Vão casar para mudar de país juntos, por causa do trabalho de ambos!
É tão bom ver a vida a dois ser construída, edificada desse jeito. Grandes passos, grandes mudanças e um do ladinho do outro sempre!! Onde um for, o outro ali estará!!=)
Que eles sejam eternamente felizes!!
Agora vem aquela hora que eu adoro: maquiagem, cabelo, escolha do vestido, sandálias e por aí vai. Isso significa que serão pelo menos duas horas no lá no meu quarto, eu, os espelhos, as luzes, as makes espalhadas no meu banheiro e a bagunça que farei em cima da cama, hahaha...
Amanhã tem mais climinha de casamento com a Camila!!
Eeeeeeeeeeeee!!!
Fim de semana respirando amor!! A M O!!
=)
    


Mestre Kim em casa




Ontem tivemos a honra de saborear sua comida deliciosa! E a honra de tê-lo em minha cozinha, mexendo nas minhas panelas!! Que chique!!=)
Risoto ao funghi com escalope de filet mignon...
Todo mundo raspou o prato! E ninguém se lembrou de tirar foto da obra pronta, hahahaha...
A fome e a vontade de comer eram tão grandes que devoramos no segundo que tudo ficou pronto!!

Kim, minha cozinha esteve em festa ontem à noite com a ilustre presença de um chef de verdade!
Venha sempre, please!!
Você é incrível, mestre!
;)


sexta-feira, 24 de fevereiro de 2012




Hoje experimentei pela 1° vez a deliciosa pequi, frutinha goiana!
A fofa da "Ráki", que tem feito as unhas do meu pé esses dias que me levou, super bem temperadinha e eu simplesmente A M E I. É bem como ela descreveu: oito ou oitenta, ou você adora, ou você detesta. É uma fruta amarga, forte, diferente de tudo o que já havia comido. Mas pra mim, que AMO alimentos cítricos e amargos, não foi nem um pouco difícil me apaixonar por essa pequi linda! Como é linda...
Por fora, uma casca verde e dura. Você abre e encontra três, quatro, às vezes até cinco frutos amarelos dentro (como estes na foto)...aí você os faz refogadinhos, com sal, azeite, cebola e cheirinho verde...hummmmm!!! É indescritível! Só experimentando para entender a delícia que é.
Você come com as mãos (ou com aqueles palitinhos de espetar milho, sabem?) vai roendo porque no meio tem um caroço bem duro e dependendo de onde você morde, tem espinhos! Esses risquinhos marrons são eles. Têm a espessura de um fio de cabelo e se vão para a boca não machucam, mas são difíceis de retirar...é só aprender a morder o lugar certo. E isso a Ráki me ensinou.
Ao terminar (até chegar na parte branquinha), você quebra o caroço no meio e dentro tem uma castanha maravilhosa, que lembra as nozes mesmo.
Brinquei com a Ráki que é um fruto surpresa, pois quanto mais a gente vai abrindo, explorando, comendo, mais sabores, texturas e cores vão surgindo!!
Um fruta tão linda, tão surpreendente e tão gostosa assim só podia mesmo ser obra de Deus!!
O que mais me alegrou nisso tudo não foi apenas experimentar e adorar a pequi em si, mas foi o gesto da Raquel, de preparar com carinho pra mim essas delícias, super tarde da noite, mesmo com o Gabriel pequenininho (o bebê mais lindo do mundo, de 5 meses..quero um daquele!!), me levar, servir num pratinho lindo e depois que eu aprovei, ela se preocupar em pedir para o marido mandar lá de Goiás um saco de pequis para mim!!
Acho que o gesto de consideração, a demonstração de preocupação, o carinho que o outro oferece para gente , é isso que não tem preço. É isso que nos faz sentir queridos, nunca esquecidos ou deixados de lado, amados, especiais, únicos, E é isso também que me faz ter o maior respeito e carinho do mundo pela outra pessoa. Posso um dia não ver mais a Ráki, mas eu nunca mais vou me esquecer dela...

=)

quinta-feira, 23 de fevereiro de 2012


Às quintas-feiras dou aula apenas no período da manhã. Hoje, assim que saí da escola aproveitei para comprar algumas coisas que estavam faltando em casa. Fui ao centro como há muito tempo não ia. Acho que desde que parei de trabalhar numa escola de inglês que tem por lá, nunca mais havia "batido pernas" pelos calçadões. E eu acho isso um barato!! Aquele monte de gente cheia de sacolas na mão, correndo, suando, comendo salgadinho, tomando caldo de cana, pegando ônibus com um ponto a cada esquina...isso é a cidade real!!=) Fui comprar aqueles potinhos de guardar pequenas porções de comidinhas que quase nunca tenho. Sempre empresto pra alguém ou levo pra algum lugar e esqueço...
Realmente, como já ouvia muita gente dizer, tudo é mil vezes mais barato e feito de um ótimo material! Adorei!!;)
Depois não resisti e acabei comprando jogos de cama novos, cobre leito, coisas maravilhosas para meu quarto! Eu adoro vestir a casa com roupa nova. Volta e meia mudo tudo, mudo os tons de cores, o clima, troco os temas...fico tão feliz e empolgada quanto comprar um vestido novo, hahaha...como é gostoso esse lado dona-de-casa. Eu adoro!
Aí deu até pra almoçar com meu amore no restaurante ao lado do escritório dele, como também não fazia há séculos...e a comida de lá é uma delícia!! Bolinho de espinafre, hummmm...coisinhas que a gente come no centro da cidade!! Coisinhas deliciosas!!
Depois passei no Pão de Açúcar para comprar outras coisinhas gostosas, afinal hoje é dia de London aqui em casa e eu gosto de caprichar!!
Ainda tem uma tarde toda pra organizar as coisas, preparar uma tortinha, adiantar meu trabalho da escola, lavar todas as colchas e lençóis novos, ir à missa e esperar as londrinas que vêm hoje.
É muito bom trabalhar fora, mas ter esses momentos em casa, pra poder cuidar de cada detalhezinho também é indescritível!!;)

quarta-feira, 22 de fevereiro de 2012





É muito gostoso sentir saudade. Eu mesma posso me considerar uma pessoa que vive de presente e passado constantemente. Graças a Deus, cada momento que vivo, faço questão de vivê-lo bem, estando feliz, buscando sempre aproveitá-lo ao máximo, explorar cada segundo, cada alegria que ele pode trazer.
Tento sempre acertar, fazer o que acredito ser o certo, o adequado e por isso dificilmente levo comigo arrependimentos...posso olhar pra trás e ver que tudo o que fiz, o que vivi, por onde andei, com quem andei, como me posicionei, o que esperei, o que extraí das pessoas e das circunstâncias...quase tudo me traz felicidade e saudade. Não tenho nada que me faça querer apagar da memória.
Minha mãe sempre me instruiu: "Faça tudo como se fosse a última oportunidade. Mas não cometa excessos, nem faça nada por impulso. Escute sempre seu coração e siga seus princípios. Aproveite cada minuto da sua vida com sorriso, animação, consciência e fé."
Acho que a lição foi aprendida e aprEEndia muito bem, mamãe!!
Hoje posso sentir saudade do passado, amar meu presente e esperar alegremente pelo meu futuro...um, melhor amigo do outro, encaixe perfeito, elo mágico entre eles!!
E esses dias tenho sentido saudade de coisas recentes, mas que parecem ter acontecido há anos...muito engraçado! Dizem que quando a sensação é essa, de muito tempo passado é porque a saudade é maior do que se pode imaginar, ou seja, aquele momento realmente marcou e faz falta!
Posso até enumerar algumas coisas das quais tenho morrido de saudade:

* A sopa de cebola e as baguetes de Paris. (Sinto até o gosto na boca de tanta saudade. E acreditem. Lá a sopa e as baguetes são únicas. Nem as vovós conseguem fazer parecido, incrível!!);
* Ouvir "Panamericano" em cima da neve no Chile;
* Cheiro de sal do mar de Riviera (que saudade da praia);
* meus alunos da Microway e minhas janelas de aula com a teacher Michele;
* as aulas de linguística da faculdade que eu, a Fabi e o Marcus amávamos;
* os encontros deliciosos com frozzen de café com a Gisélia e a Fabiane;
* as amizades que com o tempo e com a vida foram se dispersando, amigos que eu nunca esquecerei!
* minhas dormidinhas de duas horas no meio da tarde de sábado com minha mãe;
* nossas longas conversas debaixo da mangueira na fazenda;
* meu primeiro ano do namoro, que a gente saía pra jantar todos os dias!;
* meus 23 anos, quando fiquei noiva e comecei a organizar tudo. A idade que mais gostei até agora....

E assim, vou acumulando uma lista imensa de momentos que trazem saudade...
Gosto de sentir isso, de viver isso aqui dentro de mim. De certa forma, me fortalece e me impulsiona a fazer de tudo pra viver esses momentos outra vez...mas com um novo olhar, de uma nova maneira, com outros elementos e outros sentimentos novos...viver tudo de novo com ainda mais intensidade!
=)


terça-feira, 21 de fevereiro de 2012



Cozinha, sua querida!



*
Hoje é terça de carnaval e eu e meu amor levantamos no clima da alegria!!
Já fizemos taaaaanta coisa e agora fomos pra cozinha (lugar queridinho de casa) pra fazer delicinhas juntos! O nosso super almoço está quase pronto. Ainda tem sobremesa, aperitivos e vai ter dinner antes de pegar nosso cineminha da noite!! Inspiração absoluta mesmo!!
Como são perfeitos esses momentos só nossos. Não os troco por nada nesse mundo!!
Que a terça de todos vocês seja tão deliciosa quanto a minha!!
I hope so!

segunda-feira, 20 de fevereiro de 2012



Há momentos




Há momentos na vida em que sentimos tanto
a falta de alguém que o que mais queremos
é tirar esta pessoa de nossos sonhos
e abraçá-la.
Sonhe com aquilo que você quiser.
Seja o que você quer ser,
porque você possui apenas uma vida
e nela só se tem uma chance
de fazer aquilo que se quer.
Tenha felicidade bastante para fazê-la doce.
Dificuldades para fazê-la forte.
Tristeza para fazê-la humana.
E esperança suficiente para fazê-la feliz.
As pessoas mais felizes
não têm as melhores coisas.
Elas sabem fazer o melhor
das oportunidades que aparecem
em seus caminhos.
A felicidade aparece para aqueles que choram.
Para aqueles que se machucam.
Para aqueles que buscam e tentam sempre.
E para aqueles que reconhecem
a importância das pessoas que passam por suas vidas.
O futuro mais brilhante
é baseado num passado intensamente vivido.
Você só terá sucesso na vida
quando perdoar os erros
e as decepções do passado.
A vida é curta, mas as emoções que podemos deixar
duram uma eternidade.
A vida não é de se brincar
porque um belo dia se morre.
Clarice Lispector. 






Foto de Pietro.


*
Certamente quem tira uma foto dessa, sabe seguir as "instruções" deixadas por Clarice nesse texto. Sabe fazer de um nascer do sol, um momento único e uma emoção indescritível.
O Pietro era assim, sabia deixar suas emoções pelo mundo e no coração das pessoas.
Ontem ele nos deixou...
E agora ele com certeza está como gostaria (como a gente imagina que uma pessoa que registra essa foto gostaria de estar): bem do ladinho de Deus!! 
Descanse em paz, Pietro!


sábado, 18 de fevereiro de 2012




Sábado de carnaval


Que começou bem cedinho, na corrida gostosa com a família 2Run



Esperando o alongamento inicial, prestando atenção no nosso professor! ;)




Bianca e Domingos super animados!
Uns fofos!! E agora eles também são corredores 2Run!! Uhuuuu!!





Depois, churrasquinho básico e merecido para nós, pobres mortais trabalhadores, hahahaha...




Só alegria ao lado delas!!




Eles  e o chopp: união estável!! Hahahaha...


Literalmente acordamos e fomos dormir todos juntos, hahaha...
A gente se encontrou na corrida às 7h30 da manhã e "churrascamos" até às 20h...
Dá pra imaginar a delícia de dia que tivemos!!
.
Bi, estava tudo perfeito hoje! Seu bolo de fubá com goiabada é simplesmente dos deuses! Sua recepção pra nós foi uma delícia, sua casa é puro aconchego e o Domingos é um super marido e cozinheiro! Vocês são brilhantes!! A alegria de vocês contagia...é um eterno carnaval!!;)
Ao som de marchinha e com bagunça de amigos especiais: Bi, Domingos, Maura, Leal, Alê e Carlinha, assim termina o sábado de carnaval. Não podia ter sido melhor!

*
Agora é hora de arrumar as malinhas porque amanhã cedinho pegaremos estrada pra fazenda!
Dessa vez tem cachoeira esperando por nós!!
Ai que delícia!! Não vejo a hora! Ver a família todinha, nadar um monte em água cristalina, ver os milhões de cachorros, cavalos, galinhas, tomar leite fresquinho, acordar com som de galo e vaquinha mugindo, hahaha...(AMO desde criança!) 

A todos, um carnaval muuuuuuuuuuuito feliz! 
Até a volta!
Beijocas com confetes!
=)

sexta-feira, 17 de fevereiro de 2012




*
Sexta- feira de carnaval em casa: meu amor, preguicinha na cama, arzinho gelado e sorvete de brownie aos montes!
Melhor carnaval do mundo!!
=)

quinta-feira, 16 de fevereiro de 2012



E falando em receita de amigas...





Nós temos a nossa!
Amo vocês, Cá e Grá!
London perfeito o de hoje!
=)





Receita de amigas

Misture a simpatia de todas e some à alegria que cada uma traz em seu sorriso.
Desfrute ao máximo da sinceridade dos gestos, das palavras e principalmente das atitudes.
Acrescente a essa mistura, uma boa dose de bom senso, respeito, carinho e discrição. Amigas também gostam de ter seu espaço preservado, sua individualidade guardadinha, seus momentos sozinhas ou com outras amigas. Nem sempre todas precisam estar juntas e muitas vezes uma se dá melhor com aquela do que com a outra. Ao longo do caminho, ao longo da vida, dos acontecimentos tudo isso vai se moldando, as afinidades vão crescendo com uma ou diminuindo com outra...
Colha ainda fresco o tempero principal e insira-o no contexto: a doação de si mesma. Esteja sempre pronta a dar o primeiro passo, a ser a primeira a ligar, a chamar, a organizar um encontro entre todas, a pedir desculpas, a recomeçar do zero, a não cobrar a presença ou a atenção da outra. Não seja uma amiga para resolver apenas seus problemas, fazer seus desabafos, falar das outras ou da própria vida o tempo todo ou ser aquela amiga acomodada, que sempre espera a outra agir, correr atrás, mexer os pauzinhos. Nem seja também a amiga grude que chora atenção ou se revolta quando não consegue o que quer da outra...fica brava, faz birra, greves de amizade e por aí vai....Essa amiga não tem vez!
  O valor da escuta: ingrediente importante!!
Junte o silêncio de algumas horas e a palavra certa de outras. Não se esqueça de colocar paixão à relação, que é pra adoçar a história de vocês, amigas. Paixão é se entregar e saber conquistar a entrega da outra, sem sufocar, sem prender, sem querer essa amiga só pra você ou a todo momento. A entrega é feita lentamente, dura meses, anos...mas, quando a gente se decepciona, se cansa, se sente sufocada, ela pode acabar em minutos, subitamente!
Mexa tudo, sem deixar de lado a positividade, a cabeça ocupada, o amor próprio, o brilho natural.
A positividade ajuda a vida a não empelotar. Amigas que sorriem, que falam de coisas boas, que pensam com otimismo, que impulsionam a outra ao melhor sempre se sobressaem!
A cabeça ocupada facilita as longas horas de conversa entre amigas, para o assunto não ser sempre o mesmo (cansativo, exaustivo), ser agradável, atrativo e para que cada vez que conversarem, sempre uma surpreenda a outra. A repetição desgasta!
O amor próprio é ingrediente imprescindível. Só com ele a amizade pode crescer. Ele é o fermento da relação. Se a gente não se amar em primeiro, não se quiser bem, não pensar antes num modo de ser feliz sem depender de ninguém, ser feliz sem copiar as atitudes de ninguém, sem querer ser outra pessoa ou buscar sempre agradar ao outro e não a si mesmo, amiga nenhuma vai nos querer por perto. Ninguém quer uma amizade que não nos passa essa segurança, essa auto-confiança que é tão importante pra outra...
O brilho natural já diz tudo. Seja natural. Não force nada, não queira inventar mais nada, querer ser a melhor amiga do mundo, não faça esforço para ser aceita ou querida por uma amiga.
Se seu brilho for natural, essa amiga saberá reconhecê-lo e valorizá-lo com carinho, com amor...
Exagero, atropelos, preocupações vazias, sentimentos desnorteados...tudo isso desanda a massa!
Feito tudo isso, é hora de colocar a mistura pra assar, esperar seu tempo necessário para maturar e então, saborear pela vida toda, uma amizade docinha, saudável e feliz!!
=)

quarta-feira, 15 de fevereiro de 2012






E o tanto que estou apaixonada nas fofuras das Tildas!
Essas bonecas charmosas pra enfeitar lavabo, banheiro social, a sala...
E aquelas caixas de chá, os vasinhos, as flores, as almofadas... tudo de plumanta, o material das tildas e as cores delas!! Tô babando em tudo isso!
Vou começar o curso toda feliz!!
Inspiração da minha colega de trabalho fofa, a Silvana!
;)





Beijo molhado dos meus alunos na minha bochecha: melhor coisinha do mundo!!
;)

domingo, 12 de fevereiro de 2012





Unesp, Unicamp, Federal de Uberaba e USP.
Ela passou em todas! Na Federal em primeiro lugar.
Essa é a Bel!! A fofa da minha "cunhadinha"!!
Tantas conquistas MERECIDAS com apenas 17 anos!!
É ou não é um orgulho de menina?
Belzinha, parabéns mais um milhão de vezes!
Você é simplesmente incrível e merecedora dessa fase única na sua vida!
Sucesso na sua excelente escolha de carreira, você será a melhor engenheira de todas!!
;)







Hoje foi dia de conhecer o Camilinho, o filhote lindo dos nossos amigos queridos, nossos padrinhos de casamento, Camilo e Gabi. Fiquei apaixonada!! É o bebê mais sorridente desse mundo!! Que delícia!;)
Me deu ainda mais vontade de ser mãe de um menino...
E falando nisso, dias atrás minha amiga Roberta que é mãe do Pedro, postou um texto sobre os little boys que eu simplesmente A M E I e vou compartilhar aqui.
Esse vai especialmente para o gostoso do Camilinho, que sorriu tanto pra tia Rê enquanto estava no colinho dela!! Fofo!!=) 
Aí vai:



Receita de Menino

Junte duas colheres de sorriso com duas xícaras de gargalhada.

Vá mexendo e acrescente cheiro de terra molhada misturada com cheiro de chicle de bola.

Acrescente ainda muito chocolate, um pouco de castelinhos de areia, três pirulitos de uva e um caminhãozinho de imaginação.

Deixe descansar em baixo de um pé de manga e junte aos poucos a fidelidade de um cãozinho, a rapidez de um beija-flor, a esperteza de um golfinho. E, claro, não pode faltar uma caixinha inteira de band-aids e uma bacia cheia de pipoca.

Não se esqueça de juntar a sabedoria de um monge (claro, os meninos sempre sabem de tudo) com uma pitadinha de impaciência, uma dor de barriga passageira e muita, muita amizade, que deve ser acrescentada aos poucos, logo depois de um punhado de sonho e um prato fundo de criatividade.

Não podem ser esquecidos o pião, a pipa, a bicicleta e um par de chuteiras, pois meninos não se tornam meninos de verdade sem estes ingredientes.

Por fim, junte o gostinho da vitória em uma final de campeonato, com a maravilhosa sensação de um abraço apertado.

Pronto! Assim são feitos os meninos.

sábado, 11 de fevereiro de 2012





Sábado, seu fofo!!
Logo cedinho, às 7h eu e meu amor levantamos naquela chuvinha gostosa pra correr. Fiquei imensamente feliz e satisfeita com meu desempenho hoje.
Fiz 6 km em 40 minutos, chegando antes que muitas corredoras que treinam há muito mais tempo do que eu. Nem acreditei! E o melhor de tudo, foi que não cansei e correria tranquilamente mais alguns quilometrozinhos. Pra quem corre, entende a satisfação que é atingir uma meta dessa!=) E entende como eu estou me sentindo! Corpo leve, cabeça tranquila, sensação de superação de limites!
Depois, o que era pra ter sido um London, acabou virando encontro de boys&girls!
Cheguei tarde da corrida, por isso fui ao shopping com as meninas quase pertinho da hora do almoço. acabamos arrastando mais amigos para lá!
Meu amor, o Dan- amor da Camilinha, um casal de amigos deles, a Carininha, a Thatá e a Júlia, outra linda, amiga da Camila. Juntamos todo mundo e fizemos tudo junto: compras na Zara (meninas!! Uhuuuuu!!), compras na Vila Romana, Crawford (meninos!! eeeeee!!!), almoço gostoso, sobremesa, passeio, risadas e teve até visitinha no apê da Camilita e do Dandan! Coisa mais deliciosa conhecer o apê nos finalmentes de uma construção, né? Aquele cheirinho de novo, os espaços vazios, prontos para serem preenchidos de móveis e felicidade...me deu tanta saudade da minha vez (há dois anos atrás), quando eu vivia passando na obra do meu apartamento pra imaginar minha decoração, minhas coisas, minha vida de casada...e hoje estamos aqui, mais felizes e realizados do que nunca!! Vida que sempre sonhamos viver e planejamos durante todo nosso namoro de cinco anos!! (thanx meu Deus!!).
Tudo isso acabado, foi cada um para seu cantinho curtir essa chuva perfeita que Deus resolveu nos oferecer de presente do céu!!=)
E pensar que à noite, têm mais coisinhas gostosas com esses amigos queridos!!
Que delícia!
=)

  

quinta-feira, 9 de fevereiro de 2012





Hoje meu gatinho vai me levar pra jantar!!
Ganhei minha quinta-feira!
;)





Vocês são os únicos seres realmente livres, porque não têm vergonha de errar, de chorar, não têm medo do ridículo, não se escondem atrás de sombras, se expõem ao sol e ao mundo...
Não se limitam ao espaço que lhes é permitido e confiado, não se contentam com meias verdades, não dão desculpas, nem inventam coisas para se esquivarem das obrigações e fatos da vida.
Vocês não conhecem de verdade as palavras frio, calor, dor, mágoa, decepção, raiva, inveja porque a todo tempo, em todo lugar, tudo sempre estará lindo, agradável e perfeito. Vocês enxergarão tudo na vida com os olhos da doçura, da ternura, da alegria e contemplação! E o melhor de tudo: vocês sempre são mais fortes que os "mais velhos"...
Vocês são os únicos seres realmente merecedores de um amor incondicional e infinito.
Seres que chamamos de crianças!
Amo-lhes desse jeito: infinito!!
=)


Cinquenta e seis cartinhas de amor recebidas essa semana.
Sou a professora mais feliz do mundo!!=)

quarta-feira, 8 de fevereiro de 2012





Quando vou ao supermercado e encho meu carrinho de docinhos gostosos e bombons divinos para lotar e colorir minha bomboniere  preferida, é sinal de que estou muito feliz! Radiantemente feliz!!
=)






*
"Oh, sometimes I get a good feeling, yeah!
And a feeling that I never, never, never, never had before, no no..."
=)

terça-feira, 7 de fevereiro de 2012


Trabalhar com criança é uma delícia, mas não é fácil.
Educar apenas uma já é uma tarefa complicada. Imagine só educar seiscentas. 
Tenho descoberto muitas coisas nessa experiência incrível de entender o meu papel na sala de aula. O espaço físico é apenas uma sala, mas o espaço psicológico que ocupo na vida de cada criança é incalculável.
Uma palavra que digo ( e todos os educadores) representa quase que um universo na cabeça de um pequeno.
Professora de inglês, para essa faixa etária com a qual estou trabalhando - dos cinco aos dez anos- é alguém que entra na classe para divertir, apresentar o novo, levar a alegria (segunda língua nessa fase é descoberta, é prazer, euforia...), mas entendi que muito mais que ensinar a base do inglês, estou ali para reforçar o que cada educadora faz com sua turma. Sou um exemplo a ser seguido, uma voz a ser ouvida atentamente, uma adulta que sabe até mais que seus próprios pais, na visão deles.
Se em casa, um pai deixa seu filho acordar 12h, almoçar depressa para estar na escola 12h50, na sala de aula, o educador vai reprovar essa conduta e mostrar o caminho certo: levantar cedo, tomar café, fazer tarefa, praticar atividade física, almoçar e então ir à escola. É por isso que muitos alunos (a grande maioria) tem essa visão do professor: mais sábio e mais coerente que seus próprios pais!!
Criança gosta de limites e regras! É isso que papais e mamães ainda não entendem e têm medo... =(
Tenho aprendido que de fato, remédios na infância não são necessários, mesmo que o psicólogo ache recomendável - mas longe de mim discutir a visão do psicólogo. Cada profissional com a sua solução. Observo já nesse início de prática pedagógica que o diálogo, o olhar nos olhos, o transmitir a confiança à criança, o abraçar com segurança, o cuidado para não comparar, cobrar, forçar, assustar e etc são a melhor forma de obter resultados positivos no desenvolvimento psicomotor de um criança.
Quantos pais colocam na lancheira, isso mesmo, na lancheira, o lanche, o suco e o remédio para a cabeça...
Pra quê???
Que pressa é essa de querer resolver um conflito normal da fase infantil à base de remédios?
É isso também que estou aprendendo...a ver a pressa como atitude ignorante. O engano de muitos pais que nós podemos corrigir, orientar. Estamos ali pra isso: para orientar a educação de crianças e por que não de seus pais? 
(Mas não estou dizendo que são todos e nem que os que cometem esses enganos são maus pais. Estão apenas desesperados...e isso preocupa não só a eles mesmos, como a nós, que somos sua extensão na escola...)
Aprendo no dia-a-dia que os próprios pais buscam na gente, ajuda, socorro, conselhos e muitos pedem para que nós  conversemos com seus filhos porque eles não sabem de que  maneira fazê-lo.
É tão gratificante quando conseguimos estabelecer entre pais e filhos uma relação de confiança, paciência, admiração. E não nos sentimos melhores e/ou superiores por isso. De forma alguma!
A gente se sente servindo a Deus em todas as coisas! Porque afinal Deus nos escolheu, os que trabalham com educação, para sermos essa ponte que liga o pai ao filho, que ajuda o amor acontecer ou renascer, que transforma relações...a ponte pedagógica, que a gente denomina!
Tenho aprendido que fomos designados a preparar vidas, modificando-as!
Mas o mais bonito disso tudo é que a gente acaba transformando e sendo transformado!
Nenhum de nós, educadores por escolha e paixão, sai no final do dia da escola, a mesma pessoa que entrou.
Saímos renovados, modificados também. Saímos pessoas melhores, mais capazes de amar ao próximo e se colocar no lugar do outro, ter a visão de cada um, em seu papel (pais, colegas, crianças, psicólogos, diretores, coordenadores, etc) e assim poder compreender e colaborar, longe, muito longe de julgar as atitudes alheias. Estamos ali para fazer parte delas, tentando sempre acertar!
Na verdade, quando saímos da escola no final de cada dia, saímos seres verdadeiramente humanos!!
Essa é a verdade!
=)








Super mulheres somos nós que saímos de casa às 6h30 para trabalhar, usamos nossa hora de almoço para comer rapidinho, preparar material (no caso das professoras), dar um jeitinho na casa, fazer supermercado,  ir ao médico, resolver todos os probleminhas...aí chegamos à noite cansadas e ainda assim vamos malhar o corpitcho na academia/corrida, voltamos exaustas, preparamos o dinner, lavamos toda a louça, cuidamos do marido (e dos filhos, quem os têm) e ainda por cima vamos dormir cheirosas e felizes, hahahahahahaha...
Eu tiro meu panamá para nós, as mulheres guerreiras!!
A gente merece aplausos todos os dias!!
=)

(Conversa de hoje na sala dos professores entre as professoras... o tio Éder sobrou, hahahaha....) 

sábado, 4 de fevereiro de 2012




Dois dos meus seiscentos amores



Amigos educadores, cá entre nós, é uma alegria imensa quando os filhos dos nossos amigos são nossos alunos, não é?
Eles nos encontram fora da sala de aula (em festas de fim de semana) e nos enxergam como a pessoa mais legal do mundo e a referência mais importante do universo...hahahaha.
Querem sentar no nosso colo, mostrar que sabem nadar, que comem tudo, as meninas querem usar as pulseiras da professora e fazer trança no nosso cabelo, os meninos querem bater papo enquanto almoçamos e na hora do filme, todo mundo disputa o lugar do ladinho da professora mais linda do mundo...hahahaha (é assim que eles nos enxergam: a pessoa mais linda que existe!!) Uma delícia!!
Fofos demais!!
Essa foi a minha tarde de sábado: na casa de amigos queridos, comemorando o aniversário do Dudu, nosso "cumpadi" e rodeada de alunos que queriam o tempo todo estar do lado da tia Rê!! Me senti trabalhando em pleno fim de semana, mas de uma maneira tão perfeita, tão valiosa que nenhuma remuneração do mundo pagaria aquela sensação.
Profissão maravilhosa essa, que faz com que uma criança te enxergue com os olhos da admiração e do amor incondicional!! Profissão de Deus!!=)
Como eu amo o meu trabalho!!
=)

sexta-feira, 3 de fevereiro de 2012



Repaginando o Recontando!!
Ainda estamos na parte dos "ajustes" finais...
Agora no layout de fundo tem um pouquinhos das coisinhas que mais amo na vida: minhas viagens feitas e que serão feitas (o meu lado viajante) , a minha fofinha de quatro patas, meus livros, meu universo infantil - meu trabalho- nas almofadinhas, meus perfumes, sapatinho, bolsa (meu lado extremamente vaidoso), cupcakes que além de amá-los, me lembram londons com as amigotas e claro, os lacinhos (minha paixão) ficaram no resto do blog todo, hahaha...dessa vez em preto e rendado!! Amo!!=)
(Claro que o que mais amo na vida é meu marido, mas não coloquei a foto dele, porque mais da metade dos meus assuntos aqui já levam o nome dele...minha vida toda tem meu amor!!)

Como sempre, trabalho impecável da fofa Bruna Carolina, uma artista linda pra quem tiro meu panamá cem mil vezes!!=)
Agora é só ajustar o tamanho dos laçarotes!!
 Uhuuuu!!!=)
Thanx, Bruninha!=) You're amazing!!


quinta-feira, 2 de fevereiro de 2012







Terminando a quinta-feira com jantarzinho dos Guimarães e Scarpinos!!
É daqui a pouco!!!
Não tem coisa melhor!!
Hummmmmmm...
=)




Grupinho de meninos de seis anos, trabalhando desenho na sala de aula:

-Tia, posso desenhar um foguete que solta fogo verde, com todos os super-heróis juntos soltando raios laser pelos dedos? 

Enquanto isso, no grupinho das meninas, na mesma atividade:
-Tia, vou desenhar o nariz horroroso da "Mariazinha" e a barriga imensa da "Julinha", porque ontem elas falaram mal de mim pra Aninha...

*
Hahahahahahaha...Meu Deus do céu! 
Amadurecimento ou aborrecimento precoce?

*
Rô, você tem razão quando diz que ser mãe de menino é bem mais fácil em tudo! Tenho comprovado isso com 600 crianças juntas!! Hahahaha...





"Yellow diamonds in the light
And we're standing side by side
As your shadow crosses mine
What it takes to come alive
We found love in a hopeless place..."