quarta-feira, 23 de novembro de 2011



O silêncio da bailarina
-O mesmo que eu quero pra mim-

O que eu mais amo no ballet é a relação íntima e profunda que a bailarina tem entre corpo e mente. Ela estabelece um ponto de equilíbrio entre os dois e consegue se sentir, escutar todos os ruídos do seu coração, as dores escondidas do corpo todo, a voz da consciência e da loucura que todos nós carregamos.
A bailarina fecha seus olhos e mergulha num mundo mágico e se deixa flutuar...seu corpo voa na ponta dos pés! Os pés, que são a base de todo o ser humano, mas nem sempre a base está firme. No caso dela, as sapatilhas sentem e guardam segredo.
Quando sofre, é só dançar que a dor cria sentido.
Quando sorri, a dança expande tanta alegria.
Quando a bailarina magoa alguém, dançar com o corpo tenso pode ser um pedido de desculpas.
Quando é magoada, o corpo da bailarina chora no palco...chora tudo até esgotar!
A cabeça de quem dança sempre sabe resolver seus pesares no corpo! E o corpo pesa parado. Mas em movimento, fica leve, desliza...
Hoje estou assim. Com uma vontade infinita de deixar meu corpo falar por mim.
Não responder nada, não questionar ninguém, não me culpar tanto e nem achar culpa demais nos outros. Trabalhar as mágoas que sem querer, lancei e conviver com as que me foram lançadas...mas sem racionalizá-las!
Apenas deixar o corpo girar em busca de um silêncio inteligente. Um silêncio que dê paz ao meu coração e me resguarde de mim mesma, dos meus momentos de tensão e dúvidas.
Sei que a vida não tem medida exata pra dar certo e para fluir sempre muito bem.
Será mais "não" que "sim".
Mais errado do que certo.
Mais precisar do que querer.
Mais tapas do que carícias.
Mais egoísmo do que altruísmo.
Mas a medida convenientemente certa pode estar em nós, a partir do momento que aprendemos a ficar em silêncio e saber exatamente a hora certa de se pronunciar e do que pronunciar.
Enquanto a boca não disser nada, que o corpo esteja em perfeita harmonia e de preferência girando pra lá e pra cá, num compasso perfeito de uma dança...

12 comentários:

Alexandre disse...

PERFEITO, RÊ.
BELO TEXTO.
MAS O QUE ACONTECEU? VOCÊ ESTÁ TRISTE?
QUALQUER COISA GRITA.
BEIJAUM

Anônimo disse...

Você é tão menina e ao mesmo tempo tão intensa, tão forte nas palavras. Parabéns!
Eu admiro o seu blog, sua disposição em nos agradar com tantas postagens interessantes e descontraídas, outras sérias e emocionantes.
Estou sempre lendo aqui e hoje não pude deixar de comentar. Minhas filhas também são bailarinas e é exatamente assim, como você descreveu e como certamente vc tbm dança ou já dançou.
Seu blog tem a medida certa, você é a medida certa e magoar e ser magoada faz parte da vida de todos os mortais.
DIFERENTE É SER COMO VOCÊ, QUE RECONHECE SEUS ERROS PUBLICAMENTE, se é que foi esse o caso ou se você só exemplificou.
Um show de postagem, garota.
Abraços de seu admirado literário.
Abraão.

Lilian Amorim disse...

Amiga, vc arrasa nos seus textos.
Sempre tão profundo e verdadeiro...
Gira minha amiga e diz com o seu corpo tudo que desejar.
Beijão

karina disse...

Deu até vontade de chorar, Rê
Não sei se de emoção com o seu texto ou se de pensar que vc pode estar triste hoje.
Você é tão feliz, alegre e gargalhona que não te vejo triste.
Mas se vc tá....que seu corpo te mostre a medida certa de curar toda dor...
te amo!!!!

Marisa disse...

Lindaaaaaa!!!!!!
Lindoooooooooooooooooo!!!!!
Fofa demais vc.
Amor, não se preocupe. Um dia após o outro e td se resolve.
Ainda mais para pessoas como vc.
Bjos, amo!!!

Rodrigo disse...

Lindeza de menina triste não pode rsrs
Rê, que Nossa Senhora te ajude a encontrar esse equilíbrio necessário para você se sentir melhor.
Mas decerto que não deve ser nada que ofusque sua beleza radiante e riso solto.
Fica tranquila. Quem te conhece, sabe bem a gente boa que você é demais.
Beijos.

Deia disse...

Minha ídolo triste?
Oi Rê!!
Estudei com seu marido e te acompanho pelo face dele e por aqui.
Desde que descobri seu blog, viciei em ler, rsrs
Não sei se o texto refere-se a você ou se é só literário, mas só sei que você é muito querida e as pessoas preferem te ver sempre sorrindo.
É isso que vale.
Tá trise hoje, amanhã você vai estar sorrindo à toa de novo viu?
Eu acho vc uma das mulheres mais lindas que já conheci, ja comentei com minha mãe.
E além de linda, você é super romântica e tem um blog perfeito e viciante.
Você é mara!! rsrsrs
Um beijão e td de melhor na sua vida.

Marcus disse...

QUALquer mulher triste é ruim de ver.
Agora mulher bonita triste parte o coração.
Fica triste não Re.
Volta a sorrir e ficar lindona e engraçada.
Dança bastante hoje pra ficar boa amanhã.
bjus

Bia disse...

Xuxu, o que rola?
Ou não rola nda?
Me liga, a gente dança juntas.........sempreee!!!!!!!!!!!!!!
bitocas.

Renata G.F. Scarpino disse...

Quanta honra ler esses comentários!!
É tudo pra mim mesmo?
Gente, não mereço tanto assim não, hahahhaa...
Eu estou ótima!!
Foi só um texto que saiu de repente...
Agradeço a preocupação, mas não há necessidade!Prometo!!
Foi apenas um texto mesmo,criação...
Queria ficar em silêncio, mas sem parecer sumiço, então resolvi falar dele (do silêncio) de um jeito bonito.
Acho que deu certo né? hahaha...
Vocês são todos muito fofos!!
Um beijo no coração de cada um...lindos!!!

Ju Silva disse...

Suas palavras soam sempre como poesia amiga.
Curta seu silêncio ele faz muito bem a alma, e logo volte com boleros hahaha

Beijinhos

Renata G.F. Scarpino disse...

Jú!!
Que sintonia...acabei de pensar em você!
Como vocês estão?
Está animada para sexta ou não?
Beijão!!!