quarta-feira, 30 de novembro de 2011



Não. Ela ainda não rasga dinheiro!!




Muito engraçado!!
A Petit tem um temperamento IMPOSSÍVEL.
Por mais que a gente eduque, corrija os erros, chame a atenção, dê tapas no bumbum, a leve na cena do erro pra ela ver e levar bronca- fazemos tudo como manda o adestramento de cachorros- ela até sossega, mas a necessidade de se mostrar e aprontar coisas escondidas é do temperamento, não tem jeito. Pior é que a raça dela não tem fama de ser assim, tão difícil, mas segundo a veterinária, os poucos shitzus arteirinhos, quando dão para aprontar, são mini labradores: terríveis!! Hahahahaha...
Ontem, enquanto terminava de colocar os enfeites que faltavam na árvore de natal, ela esperou um momento de distração minha e arrancou a cabeça de um papaizinho-Noel. Corrigi e ela não fez mais. É tudo assim, se bobear, ela põe na boca mesmo. Mas ela seleciona as coisas que podem ir pra boca e as que não podem. Por exemplo, o papai-noel que ela destruiu já estava semi destruído e eu tinha separado pra jogar no lixo, hahaha...os demais, que estavam novos, ela nem se aproximou. Fofa!
Hoje, enquanto eu fazia umas coisas no computador, percebi que tinha guardanapo, envelope e saquinho de pão tudo rasgado em mil pedaços pelo chão...fiquei desesperada! Deixei as portas e janelas abertas para ventilar e o vento literalmente levou tudo!! Hahahahaha...Aquela montanha de papel picado no chão da sala e ela super quietinha dentro do carrinho dela (a Pepê apronta silenciosamente, a gente só vê depois...esperta!). Quando me aproximei para chamar a atenção, vi uma nota de R$ 50,00 junto com ela, no carrinho. A nota também voou e não sei por que ela não fez NADA com ela! Quase tive um colapso do coração e corri pra pegar a nota. Antes, achei engraçado o fato de estar tudo picotado e o dinheiro não e ainda por cima, ela ter pego a grana pra ela, hahahahahahaha...corri com a máquina e ela continuou paradinha. Depois, cheguei bem perto pra pegar a nota. Mas a dona Petit não suporta competição e já se adiantou na frente. Saiu em disparada, correu com a nota na boca. Eu gritei: " Não pode, Petit!", mas nem precisou. Essa fofa pulou correndo no meu colo e entregou os R$ 50,00 na minha mão!!! Hahahahahahahahaha...
Na hora fiquei na dúvida se dava bronca mesmo assim, pela bagunça que ela aprontou ou se reforçava positivamente a reação de me entregar o dinheiro são e salvo.
Mas pensei. Os papéis foram levados pelo vento e caíram no chão. Eu que não vi e deixei a bagunça toda lá. Ela é um animal!!! Não vai entender que nem todas as coisas que estão no chão não são pro "bico dela", hahahaha...(porque todos os brinquedos da Petit ficam espalhados pelo chão, pra ela brincar à vontade) e dentre tanta coisa atirada ao chão, lá estava um dinheiro, o único papel inteiro! Não sei até agora o por quê dela não ter picado ele também. É incrível!!! E mais incrível ainda foi ela perceber que eu quis salvar "aquele papelzinho" e vir me entregá-lo com pressa! Hahahahahahaha...
É claro que depois de uns 2 minutos pensando isso, ela ali do meu lado olhando e esperando alguma reação, não me contive e abracei essa pelúcia gostosa da minha vida!! Falei "Muito bem Petit!!", hahahaha...
Mas assim que fui limpar a papelada bagunçada, já dei o meu "não pode" brava e ela logo se enfiou no carrinho dela (o esconderijo quando leva bronca).
De qualquer forma, é por isso que sempre falo: quem não gosta de cachorro é no mínimo uma pessoa meio fria!
Como não amar um bichinho inocente desse, que entende cada emoção do seu dono, muito mais que muita gente??? Como???

Eu te amo, Petit!!!
Minha pelúcia linda!


Quem é que lembra daquela "brincadeira" das sete coisas que  eu amo?



Voltei com ela, morrendo de vontade de fazer sete coisas vezes sete mil, hahaha...
Mas aos poucos, de sete em sete, vou expondo as coisas que me fazem feliz e que podem fazer você também!!=)
Será?
Confere e conta pra mim!!


1- Camisolinha 
(acho fofa, sensual e confortável)





2- T-shirt
Amo camiseta com shortinho, bermuda e até saia longa!
Fica sempre despojado e combina com meu estilo, meio menininha mesmo!!







3- O cheirinho da Enjoy!!
Tô viciada nele e deixo um perfume ambiente no meu carro.
Esse é o perfume de banho: delicioso!! 







4- Aventuras!!
Gosto de sair do convencional às vezes e fazer coisas diferentes com meu amor, minhas amigas, minha família...as pessoas que amo!!





5-Paetê
É lindo, é "deuso", é chique, é glamouroso!!;)






6- Cupcake
Hummmm...como eu amo!!




7- Decoração natalina!!
Traz paz ao ambiente e renova minha fé e esperança!!


São essas as outras sete maravilhinhas de minha vidinha!!
E as suas?? Tell me!!
;)

terça-feira, 29 de novembro de 2011




Chuva, chocolate e champagne!!
Chique!!
É daqui a pouco na Le bonbon.
=)

sábado, 26 de novembro de 2011




See you Urban Life


Cheiro de mato, galinhas d'angolas, gado no pasto, porquinhos cor-de-rosa, cachorros e gatos correndo nos pés da gente, comidinha feita no fogão à lenha, vovó chamando quando o almoço estiver pronto, cavalos a galope na "varanda" de casa, festa, família, paz!!!
Rumo à fazenda, de volta na semana que vem!!
Um beijo e até lá, leitores amores!!
=)



London Bella Dora em climinha de Natal


Sexteto feliz!!





Sexteto com a fofa mór que serviu a nossa mesa!!
Thanx por toda a gentileza, florzinha!!
E ó você aqui no Re Contando, viu?!=)





2h30min de conversa + 40 minutos pra decidir os sabores da pizza + 1 hora de papo, risada, historinhas e fofocas depois da pizza!!
Isso é London!!





Castanhinhas







Bia linda e Grazoca + Natal = tudo lindo, tuso "lusho"!!





As Cás com a Rê!




Duas vezes!!! hahaha...




Mangiamo, sorelle!!




Aaaaaah não!!
Olha o que acharam na minha bolsa louca!!
Milhões de comprovantes de cartão!! Hahahaha...
Fizemos a história de todos os lugares por onde passei...e que história!! Hahahaha...


1h33 da manhã e tô sem sono de tanto que rimos, conversamos e o tanto que foi bom!!
Quero sempre!!
Amo muito!!
=)



sexta-feira, 25 de novembro de 2011



Princess Day





Chegou nosso dia de princesinha, meninas!!
Amo a sexta-feira por isso. Dia de salão, de cuidar do cabelo, das unhas, da pele, de ficar linda!!
Hoje a fofa da Paty, que cuida super bem do cabelo loiro, fez o alinhamento dos fios para mim, usando o fluido de menta, da linha WIDI CARE.
Aqueles cabelinhos que ficam em pé quando secamos o cabelo (ou quando secam naturalmente também), e no meu caso quando prendo tudo. Tenho MUITO (muito mesmo) cabelo e todo dia, nasce hair novo, aquele pequenininho que fica embaixo da franja e que me irrita infinito, sabe?! Hahahaha...
O alinhamento de fios é pra isso, para tirar o anti-frizz desses chatinhos e deixar a linha do cabelo reta, sem ondulações. Não deixa o cabelo liso não, exceto é claro os que já são mais lisos e só têm ondulações nas pontinhas. Eu tenho as ondas no cabelo todo, mas tenho a raiz muito lisa, então pra mim ficou um aspecto natural. Segundo a Paty, o cabelo fica mais liso na primeira semana, depois volta ao aspecto natural, com a diferença que os chatinhos não espetam mais, uhuuuuu!!!
Amei!! 
Já notei o resultado assim que cheguei em casa e fiz um rabinho. Nenhum fio fora do lugar!Ufa!! 
Vale a pena experimentar, meninas!! E meninos, indiquem para suas namoradas e esposas!! Hahaha...
Parte II do dia têm unhas, papinho de salão, shopping e London pizza à noite com "azamigas"!
Princess day que eu amo!!
=)

*
E não se esqueçam de acompanhar no facebook, a página das london girls.
Está cada vez mais fofa e cheia de novidades!
Só clicar aqui Ó.
Beijocas!!
;) 

quinta-feira, 24 de novembro de 2011


Carousel in Paris



Eu simplesmente AMO carrossel. 
Lembrança perfeita da minha infância e a primeira imagem que me vem à cabeça quando lembro dos meus aluninhos (que falta eles fazem quando estamos longe - até o cheirinho de suor deles me faz falta, hahaha).
Viajando no blog da querida Lelê Saddi, que eu sigo, adoro e recomendo cem mil vezes (esse aqui Ó), fiquei sem sono ao saber que em dezembro, Paris vai oferecer essa magia para os turistas em vários pontos da cidade!!
Quem estiver na cidade luz no mês que vem (Náthaly anota essa), vai se iluminar junto com as luzinhas mais lindas do mundo.
A Lelê deixou esses pontinhos onde estarão instalados os carrosséis:

3ème arrondissement : Square du Temple
- 4ème arrondissement : Place de l’Hôtel de Ville (côté rue de Rivoli)
- 5ème arrondissement : Bordure du square Saint-Médard
- 6ème arrondissement : Place de l’Odéon
- 7ème arrondissement : Place Joffre
- 8ème arrondissement : Place de la Concorde
- 8ème arrondissement : Place de la Madeleine
- 13ème arrondissement : Place d’Italie (angle de la place d’Italie et de l’avenue d’Italie )
- 16ème arrondissement : Place du Trocadéro

*
Tô sem sono até lá!!
Ahhhh!!




És um senhor tão bonito
Quanto a cara do meu filho
Tempo tempo tempo tempo
Vou te fazer um pedido
Tempo tempo tempo tempo...
Compositor de destinos
Tambor de todos os ritmos
Tempo tempo tempo tempo
Entro num acordo contigo
Tempo tempo tempo tempo...
Por seres tão inventivo
E pareceres contínuo
Tempo tempo tempo tempo
És um dos deuses mais lindos
Tempo tempo tempo tempo...
Que sejas ainda mais vivo
No som do meu estribilho
Tempo tempo tempo tempo
Ouve bem o que te digo
Tempo tempo tempo tempo...
Peço-te o prazer legítimo
E o movimento preciso
Tempo tempo tempo tempo
Quando o tempo for propício
Tempo tempo tempo tempo...
De modo que o meu espírito
Ganhe um brilho definido
Tempo tempo tempo tempo
E eu espalhe benefícios
Tempo tempo tempo tempo...
O que usaremos pra isso
Fica guardado em sigilo
Tempo tempo tempo tempo
Apenas contigo e comigo
Tempo tempo tempo tempo...
E quando eu tiver saído
Para fora do teu círculo
Tempo tempo tempo tempo
Não serei nem terás sido
Tempo tempo tempo tempo...
Ainda assim acredito
Ser possível reunirmo-nos
Tempo tempo tempo tempo
Num outro nível de vínculo
Tempo tempo tempo tempo...
Portanto peço-te aquilo
E te ofereço elogios
Tempo tempo tempo tempo
Nas rimas do meu estilo
Tempo tempo tempo tempo...

*
AMO!!

quarta-feira, 23 de novembro de 2011



O silêncio da bailarina
-O mesmo que eu quero pra mim-

O que eu mais amo no ballet é a relação íntima e profunda que a bailarina tem entre corpo e mente. Ela estabelece um ponto de equilíbrio entre os dois e consegue se sentir, escutar todos os ruídos do seu coração, as dores escondidas do corpo todo, a voz da consciência e da loucura que todos nós carregamos.
A bailarina fecha seus olhos e mergulha num mundo mágico e se deixa flutuar...seu corpo voa na ponta dos pés! Os pés, que são a base de todo o ser humano, mas nem sempre a base está firme. No caso dela, as sapatilhas sentem e guardam segredo.
Quando sofre, é só dançar que a dor cria sentido.
Quando sorri, a dança expande tanta alegria.
Quando a bailarina magoa alguém, dançar com o corpo tenso pode ser um pedido de desculpas.
Quando é magoada, o corpo da bailarina chora no palco...chora tudo até esgotar!
A cabeça de quem dança sempre sabe resolver seus pesares no corpo! E o corpo pesa parado. Mas em movimento, fica leve, desliza...
Hoje estou assim. Com uma vontade infinita de deixar meu corpo falar por mim.
Não responder nada, não questionar ninguém, não me culpar tanto e nem achar culpa demais nos outros. Trabalhar as mágoas que sem querer, lancei e conviver com as que me foram lançadas...mas sem racionalizá-las!
Apenas deixar o corpo girar em busca de um silêncio inteligente. Um silêncio que dê paz ao meu coração e me resguarde de mim mesma, dos meus momentos de tensão e dúvidas.
Sei que a vida não tem medida exata pra dar certo e para fluir sempre muito bem.
Será mais "não" que "sim".
Mais errado do que certo.
Mais precisar do que querer.
Mais tapas do que carícias.
Mais egoísmo do que altruísmo.
Mas a medida convenientemente certa pode estar em nós, a partir do momento que aprendemos a ficar em silêncio e saber exatamente a hora certa de se pronunciar e do que pronunciar.
Enquanto a boca não disser nada, que o corpo esteja em perfeita harmonia e de preferência girando pra lá e pra cá, num compasso perfeito de uma dança...

terça-feira, 22 de novembro de 2011





“Te desejo uma fé enorme.
Em qualquer coisa, não importa o quê.
Desejo esperanças novinhas em folha, todos os dias.
Tomara que a gente não desista de ser quem é por nada nem ninguém deste mundo.
Que a gente reconheça o poder do outro sem esquecer do nosso.
Que as mentiras alheias não confundam as nossas verdades, mesmo que as mentiras e as verdades sejam impermanentes.
Que friagem nenhuma seja capaz de encabular o nosso calor mais bonito.
Que, mesmo quando estivermos doendo, não percamos de vista nem de sonho a ideia da alegria.
Tomara que apesar dos apesares todos, a gente continue tendo valentia suficiente para não abrir mão de se sentir feliz.
As coisas vão dar certo.
Vai ter amor, vai ter fé, vai ter paz – se não tiver, a gente inventa.
Te quero ver feliz, te quero ver sem melancolia nenhuma.
Certo, muitas ilusões dançaram.
Mas eu me recuso a descrer absolutamente de tudo, eu faço força para manter algumas esperanças acesas, como velas.
Que seja doce. Repito sete vezes para dar sorte: que seja doce, que seja doce, que seja doce e assim por diante.
Que seja bom o que vier, pra você.”

(Caio Fernando de Abreu)

segunda-feira, 21 de novembro de 2011




Que calor!!
Quero ice cream com uma certa urgência essa noite!!
Bem grandão, bem mega power, com muita cobertura, chantily e farofinha!!
Hummmmm...
Quero gelar o céu da boca!!
Alguém vem comigo?
;)


Climinha de Natal





Aqui em casa o natal chega hoje!!
Aprendi a fazer as bolinhas da árvore ontem com minha tia.
Esse ano nada de enfeitar com enfeites prontinhos...vou fazer tudo!!
As bolinhas são de isopor, é só fazer algumas aberturas nelas, encapar com o tecido do nosso gosto e colar nas extremidades abertas. (Quem se interessar, explico o passo a passo).
As velas são super fáceis de pintar. Tem até molde pronto pra colar e pintar por cima delas (no Pão de Açúcar você encontra ou na Casa do Artista)...
A guirlanda já está indo pra porta!!
Estou na montagem de tudo ao som de "Earth Song", do Michael Jackson, mas na voz da minha sweetie  SANDY!!



"What have we've done to the world?
Look what we've done
What about all the peace
That you pledge your only son?
What about flowering fields
Is there a time
What about all the dreams
That you said was yours and mine?
Did you ever stop to notice
All the children dead from war
Did you ever stop to notice
This crying Earth, its' weeping shore..."

domingo, 20 de novembro de 2011



Princesa Giovaninha


Terminando o domingo com...
A boquinha mais rosinha
Os dentinhos mais branquinhos
As bochechas mais gostosas
O cabelo mais macio
O nariz mais perfeitinho
Os olhinhos mais clarinhos
O queixinho mais delicadinho
O brinquinho mais bonito
A roupinha mais alegre
O sorriso mais sincero
A menina mais linda...
A gatinha da Gigi!!
Fofa, fofa, fofa...


-Gigi, como você está linda!! Amei sua trança! - comentei com ela.
- Muito obrigada, tia Rê, você também está linda...(dando esse sorriso)...
P I R O!!
Uma assim? QUERO!!
=)





*
Domingo lindo de sol e duas super festinhas de mini corpinhos!!
A M O!!
=)

sexta-feira, 18 de novembro de 2011




Um homem que pensa nos detalhes e que é feliz fazendo sua mulher feliz, leva cupcakes para ela antes de ir trabalhar.
Esse é meu marido! Antes da jornada noturna de professor, não é que esse lindo passou no shopping, na "The Original CK", pra comprar meus cupcakes preferidos?!
Com essa sinusite monstra que eu estou, será uma alegria deliciosa saborear cada um!
Como eu amo você, Louis boy!
=)
   


"A vida é muito curta para sentirmos sempre os mesmos sabores."

Lembro-me direitinho da primeira vez que vi o Jamie Oliver na TV. 
-Olha o jeito que ele prepara o prato, eca!!!- comentei com meu amor, que na época era meu namorado.
Como que o Jamie podia ser uma dos mais renomados chefs de cozinha se colocava a mão nos alimentos na hora do preparo, se experimentava tudo com a mesma colher com a qual cozinhava  e se se servia com as mãos!!
Achei a pessoa mais nojenta do mundo! Depois achei "o cara" louco!
Ele tirava formas tri-quentes do forno com as mãos, sem nenhuma proteção. Pegava batatas assadas e as cortava com as power mãos. TUDO as benditas maozinhas. As mesmas que fatiavam uma cebola inteira em 5 segundos e amacetavam alhos com casca e tudo para serem jogados no tempero. Jogados mesmo! E o Jamie, por acaso sabe colocar? Ele só joga!! 
Era um jeito muito doido de cozinhar e lidar com os alimentos.
Mas aos poucos, fui criando maturidade culinária e aceitando os comentários do Louis, que sempre tentava me explicar que aquilo era ARTE! Arte na cozinha! Que o "jogar" dos alimentos era técnica essencial para ser o artista que é!
Me deixei notar a beleza de cada gesto e me despir do preconceito do nojo, do sujo, do "estranho"...
Entendi que as mãos são nosso contato direto com o universo. É através delas, que desde bebês, descobrimos o mundo, sentimos e testamos as coisas...das mãos, vamos à boca, para provar o sabor que o mundo oferece!
Das mãos também, vem nosso calor. A temperatura do nosso corpo se adequa a do alimento, o mantem aquecido e se fizermos da culinária, uma prática, com certeza criaríamos uma espécie de barreira nas mãos e conseguiríamos pegar os alimentos ainda quentes, como o Jamie consegue!
Entendi que ele harmonizava corpo, coração e sabor e que a distância entre esses três elementos é mínima ou nada.
Entendi que isso é ser sensível, querer sentir cada textura, sabor, cheiro...tudo de perto,na "cara", sem fronteiras.
Reparei a arte da cozinha e me despertei para esse universo.
Hoje, quando viajo não tenho medo de ousar. Experimento o novo, o diferente, o "estranho".
Não tenho nojo do que vai à mão e do que se leva à boca, viemos ao mundo para experimentar...SEMPRE!!
O fofo do Jamie me fez ver mais beleza na leveza e nas coisas mais simples, como reparar o realce de sabor que o azeite dá, o frescor que lembra o gosto de fazenda que o manjericão tem e muito mais! E isso, em sentido figurado nos faz perceber (aos mais curiosos e sentimentais) como é lindo dar valor ao simples, ao sutil, ao gesto singelo do dia-a-dia. Preciosidades que valem mais que mil flores, mil presentes, mil valores concretos.
Ser romântico, ser gentil, ser sensível, ser leve, pensar leve, viver leve, voando...
Não existe melhor sensação!!!
O Jamie me ensina muito mais que caprichar num prato, feito em 15 minutos.
Ensina pra mim, a caprichar na beleza da vida, conquistada nas mais sutis coisinhas, vindas em 5 minutos e fincadas no coração para todo o sempre!!
Um sabor marcado não deixa de ser uma deliciosa lembrança!
=)
*
Amo o Jamie e por causa dele, hoje minha abobrinha abandonada na geladeira vai virar alguma arte!!
Thank you, Oliver!!


Happy Friday Everyone


Hoje tenho toneladas de material da pós pra estudar e fazer lições. Fiz tipo meus alunos: deixei acumular mil coisas, hahaha...(danadinha!! Mas foi só dessa vez. Coisa feia!!)
Depois disso, chopinho com o marido, risadas loucas com as amigas e sábado e domingo de festa: QUERO!
Um dia de muita alegria pra todo mundo!!
Beijocas!
=)

quinta-feira, 17 de novembro de 2011



Love is 4ever


*
Comercialzinho fofo da KFC, que seguiu a ideia contrária das propagandas de Fast food( que nos induzem ao consumo) e promoveu a campanha "love is forever".
Saíram da caixinha e tocaram os nossos coraçõezinhos!!
Amei!!
=)


Hoje eu quero luz

*
Hoje eu quero um dia inteiro com luz cor de por de sol.
Claridade cor de paz.
Mãos dadas com alguém que eu confie.
Um ombro seguro.
Palavras calminhas com som de cantar de bem-te-vi  .
Nenhuma surpresa, somente certezas.
Os dias têm sido muito pesados.
É desse peso que quero fugir e voar feito pena de escrever.
Lá no céu, rascunhar poesia e fazer as nuvens assobiarem...
Quero o mágico e não o trágico.
O bem e não o mal.
A sorte longe do azar.
Um jardim sem pedras.
A fórmula de estancar a dor.
A medida para não errar demais.
Quero um dia luz, bem distante da escuridão.
Quero hoje sorrir e ser feliz...sem escurecer!
=)


quarta-feira, 16 de novembro de 2011



Meus irmãos, minha vida!!

*
Hoje uma amiga querida perdeu seu irmão mais novo.
Assim que recebi a notícia, achei que não fosse mais parar de tremer e chorar.
Senti um soco no peito que não posso explicar. Bem no meio do meu coração! 
Quantas vezes já me peguei pensando na triste ideia de perder meus irmãos e o resultado desse pensamento sempre acaba em lágrimas.
Se perdesse meus pais, tudo em mim se corroeria, não posso nem imaginar!
Mas se perdesse meus irmãos, morreria junto. E a pior morte que existe é aquela em que você permanece viva pro mundo, porém morta pra si.
Sei que é uma imensa fraqueza minha e preciso trabalhá-la. Sou pequena, sou fraca!
Somos muito unidos e ligados (eu e esses dois lindos da minha vida)...um é sangue do outro, pedaço do outro, coração do outro!!!
Então me coloco no lugar da minha amiga hoje e não penso em outra coisa a não ser em lágrimas!!
Mas ela é forte, é guerreira, tem uma razão linda pra continuar com muita sede de vida: um filho maravilhoso!!
Tenho certeza que Deus confortará toda a família e fará o tempo curar todas essas marcas!!
Estou contigo, Van!!
=)



Paris, eu te amo - Faubourg Saint-Denis

Achei o trecho que descrevi abaixo em um vídeo de 7'13''!!
Tenho certeza que os apreciadores de um bom filme, irão A M A R!!=)




Paris, eu te amo



 " E foi aceita, claro
Você se mudou de Boston pra Paris, para um pequeno apartamento do Fauborg St Denis.
Eu lhe mostrei o nosso bairro, meus bares, minha escola.  
Eu a apresentei aos meus amigos e aos meus pais.
Ouvia os seus textos. As suas músicas e esperanças.
Os seus desejos, a sua música. Você ouvia a minha.
Ouvia meu italiano, o meu alemão, o meu pouco de russo.
Eu lhe dei um walkman.
Você me deu um travesseiro.




E um dia, você me beijou...





O tempo passou, o tempo voou.
E tudo parecia tão fácil.
Tão simples, tão livre.
Tão novo e especial.
Fomos ao cinema.
Fomos dançar.
Fomos fazer compras.
Nós ríamos e você chorava.
Nadávamos, fumávamos, nos raspávamos.
De vez em quando você gritava.
Sem razão e às vezes com razão.
Eu a acompanhava ao conservatório.
Eu estudava para as minhas provas.
Ouvia as suas canções.
As suas esperanças, seus desejos.
A sua música.
Você ouvia a minha.






Éramos tão próximos. Muito próximos. Cada vez mais próximos...




Íamos ao cinema. Nadávamos, ríamos.
Você gritava. Às vezes com razão. Às vezes sem razão.
O tempo passou. O tempo voou.
Eu a acompanhava ao conservatório.
Eu estudava para as minhas provas.
Você ouvia o meu italiano. O meu alemão, russo, francês.
Eu estudava para as minhas  provas.
Você gritava, às vezes com razão, às vezes sem razão.
O tempo passou sem razão. 
Você gritava sem razão.
Eu estudava para as minhas provas.
Minhas provas. Minhas provas.
O tempo passou.
Você gritava. Gritava. Você gritava.
Eu fui ao cinema.
(...)
- Thomas, você está me ouvindo?
-Não. Estou te vendo.




*

Um dos trechos do filme, Paris, eu te amo. São vinte curtas de cinco minutos cada, dentro de um longa de duas horas. Cada curta com seu diretor e a visão do amor vivido em todos os cantinhos de Paris.
Esse trecho com a Natalie Portman só eu e meu amor entendemos (é nosso!!).
O filme inspirou ainda mais nossa viagem para cidade do amor!!
=)


terça-feira, 15 de novembro de 2011



Cuida de mim


E como cuida!!
São 1h31 da manhã e estou terminando as minhas tarefas no computador. Enquanto isso, ele está adormecido, do meu lado, esperando para irmos juntos dormir!!
Coisinhas que parecem tão minúsculas, mas que são verdadeiras demonstrações de amor, carinho, zelo, admiração e respeito!! E é por essas e outras que minhas amigas, minha mãe, minha avó, até minhas alunas dizem que "tirei a sorte grande" encontrando o Luiz.

Meu amor chegou cansado do trabalho hoje e mesmo assim fez supermercado comigo!!
Me dá o paletó do terno quando sinto qualquer friozinho.
Abre a porta do carro pra mim e me leva pra jantar quase todo fim de semana. Quando não vamos, ele faz o jantarzinho pra nós!!=)
Prefere me buscar na missa, do que me deixar ir com meu carro sozinha, só pra eu não perder tempo estacionando ou correndo risco de dirigir sozinha à noite. Saio da igreja e ele já está lá, na porta, me esperando com um sorrisão e um beijo preparado pra me dar!!!
Quando faço compras grandes no supermercado, deixo tudo no porta-malas para quando ele chegar em casa, descarregar o carro pra mim. Ele evita o peso das coisas nas minhas mãos, na minha vida! Ele evita o meu cansaço!!
Ele que pensa nos detalhes, que lembra de comprar minha água quando viajamos, porque sabe que sinto sede toda hora e toda hora ele terá a solução na mão! Chocolate então..traz um por dia quando volta do trabalho e adoça as minhas noites!!
Ele que lembra do remédio pra dor, do meu absorvente na bolsa, que me veste!! Sim, ele sabe a roupa certa pro clima certo, pra ocasião correta e me veste todinha!!=)
Ontem, nós dois com fome no aeroporto, atrasados, ele deixou de comer o seu salgadinho pra eu comer o meu e o dele, hahaha...
Ele põe cadarço no meu tênis , coloca no meu pé e amarra..feito pai com sua criança!!
Ele faz carinho no meu cabelo TODOS OS DIAS antes de dormir!!
Ele compra minhas coisas preferidas: comidinhas, bebidinhas, roupinhas, makes e até protetor solar pra proteger minha pele branquinha...é sempre assim:" Passa o seu protetor, amor..." E lá vou eu me lambuzar de filtro solar porque o marido lembrou!!
Ele é um marido paternal, como diz a minha mãe e minha faxineira!!
Sexta-feira ela me disse: " O Luiz faz tudo por você né? Te mima. Que bonitinho..."
Cuida de mim como se eu fosse flor, jóia rara, peça única!!
Pensa no meu conforto, na minha felicidade, no que me faz bem...pensa tanto em mim que às vezes até se esquece dele.
Mas de tão fofo que é, meu Louis costuma dizer que se me fizer feliz ele será o homem mais feliz do mundo!!
Tenho ou não motivos pra me apaixonar todo dia pelo meu marido???
Não preciso me preocupar com nada nessa vida porque ele resolve tudo em minutos!!! É incrível!!
Amor, eu te amo mais que tudo o que eu poderia amar demais e não me canso de repetir isso aqui no blog e no seu ouvido diariamente!!
Agora vou encerrar o post, desligar o computador e te chamar baixinho: "Vem amor, eu acabei...agora podemor ir!"...
Aí você vai vir comigo e vai me fazer carinho até eu dormir....lindo!!!
Você é tão perfeito que nem sei...


segunda-feira, 14 de novembro de 2011



O infinito do céu


Talvez, mesmo se eu tentar explicar, ninguém entenda o amor que eu tenho pelo céu.
Contemplá-lo, admirá-lo, passar horas de um voo observando sua magnitude, mesmo à noite quando a gente quase não enxerga nada, só um breu do tamanho do infinito.
O céu é o infinito, é o que pra mim, significa completo, intenso, puro, como eu gostaria que todas as minhas relações com as pessoas fossem. Não adianta nada só eu sentir tanta vontade de amar, se um amigo só vem a mim quando vou a ele, sem uma procura sincera, espontânea e despretensiosa.
Assim é o céu que eu olho, que eu não canso de olhar. Traz todas as coisas que precisamos com toda a sinceridade e leveza do mundo, sem que peçamos: traz o sol pra iluminar, a chuva para refrescar, as nuvens para enfeitar, os raios que servem de prenúncio, os trovões que inspiram um café com a pessoa amada...Ele simplesmente oferece toda essa beleza como quem oferece uma rosa apanhada de um jardim...
Quando viajo, fico ansiosa pra conversar com o céu!! É assim TODA VEZ!!
Vou em busca de uma janela, onde eu possa me imaginar tocando essa imensidão azul e branca e passo horas a confessar meus medos, a desejar meus sonhos, a imaginar o futuro que eu desenho desde hoje, a pensar no que fiz, no que tenho feito e no que está me esperando para ser feito...tudo sob a plenitude do amado ceuzinho!!
Quando estamos juntos, na mesma altitude, o contato é tão físico e perfeito que ele responde a todas as minhas maiores dúvidas e me concede a honra dos mais preciosos conselhos.
Perto do céu, frente a frente com ele, me sinto, sem pretensão, do tamanho dele: forte, capaz, segura, confiante e imensamente FELIZ!!!
Ele me ensina a ficar em silêncio e me diz sem voz, só com o sentimento que me lança: " é no aquietamento que moram todas as possibilidades para você encontrar a paz..."
E assim, quando desço à terra e piso em solo firme, me mantenho quietinha, apenas vivendo a imensidão e beleza de cada momento minúsculo da vida e bastante atenta a todos os sinais, que estando em silêncio, podemos perceber melhor!!
Voar também me faz lembrar da música que minha mãe cantava pra mim e pros meus irmãos dormirmos.
Ela nos ninava assim:


Como eu amo essa "mãezinha do céu"...será a musiquinha com a qual com certeza vou ninar meus hijos!

*
Ontem, no voo de volta pra cá, vi meu amor fazendo exatamente o mesmo que eu: observando o céu, bastante pensativo.
E eu, delicadamente o interrompi daquele momento tão único e íntimo:
- O céu é lindo, não é amor?
E com um sorriso imediato, ainda olhando pela janela, ele disse convencido:
- É maravilhoso!!

*
Certamente, assim como eu, ele estava me colocando em todos os sonhos que pensava para o futuro...todinhos sob a proteção daquele infinito céu...
=)