quarta-feira, 29 de junho de 2011



"...amou daquela vez como se fosse o último
Beijou sua mulher como se fosse a única
E cada filho seu como se fosse o pródigo
E atravessou a rua com seu passo bêbado
Subiu a construção como se fosse sólido
Ergueu no patamar quatro paredes mágicas
Tijolo com tijolo num desenho lógico
Seus olhos embotados de cimento e tráfego
Sentou pra descansar como se fosse um príncipe
Comeu feijão com arroz como se fosse o máximo
Bebeu e soluçou como se fosse máquina
Dançou e gargalhou como se fosse o próximo
E tropeçou no céu como se ouvisse música..."


*
André Mehmari deu um verdadeiro show ontem em seu solo de piano!!
Pensem no sinônimo de encanto. É o André!!
Quando ele tocou um arranjo para "Construção" do Chico, o teatro todo se arrepiou!!
=)

3 comentários:

karina disse...

Que delícia ir ao teatro ver pianista!!
Entrei no site dele, ele é muito bom mesmo, Rê!
Vc conhece?
Que bonitão, rs...
bjs

marisa disse...

Foi no Pedro II, Rê?
Ouvi falar que ele ia tocar mesmo, mas não conheço ele, não sabia se era legal.
Perdi pelo jeito pois adoro chico buarque.
Qdo tiver esses eventos assim me avisa!!!! Eu adoroooo bjo

Carol Barboza disse...

Aiin Rê, vc sempre tão atenciosa e carinhosa lá no blog né... adoro suas visitas, poxa fico super feliz meeesmo, obrigada de coração :)
Beijo e ótima quarta-feira pra vc..