sexta-feira, 6 de maio de 2011



Às mamães 
(Adoráveis mulheres!!)

( Antecipando minha homenagem a vocês)

Quantas são as mamães que eu conheço.
Umas mais jovens, outras mais maduras na idade.
Umas com apenas um filho ( e como se esse "apenas" significasse menos trabalho. Ilusão!), umas com dois, outras com três e pasmem, conheço mãe de quatro filhos, que delícia!!!
Sim, que delícia!!! Eu acho que quero uma casa cheia assim, com uns três, como teve a minha mãe.
Não importa o número dos frutos que você colheu (os filhos que você teve), o amor de mãe, tenho certeza, é o mesmo, a intensidade, a realização, a satisfação de ser diferente entre as mulheres que não são mães, ser mais especial, ser mais encantadora, ser mais iluminada, ser reconhecida como guerreira!!
Acho muito importante ter vivido e estar vivendo a condição de "não mãe" e aproveitando  cada minuto disso, para que quando chegar a hora de dizer " Serei mamãe", eu sinta uma alegria tão grande, uma emoção tão inefável que eu não saiba explicar. Como uma sensação de quem sempre esperou por isso e enquanto não havia colhido o fruto, idealizou uma família, se imaginou barriguda, se imaginou correndo atrás de um timinho de futebol ou uma companhia de ballet ou um circo, tudo misturado e bagunçado!!! Hahaha...
A gente, que quer ser mãe, imagina o tamanho do pé, o formato da mão, a cor dos olhos, o timbre da voz,as roupinhas que vão ser compradas, o quartinho que vai ser montado, as noites em claro, os dias corridos, sem ter tempo de fazer uma academia, por exemplo.
Se hoje posso ter o luxo de fazer uma academia, ter tempo para ir ao salão, poder dormir e acordar todos os dias, a hora que eu quiser, ter tempo de fazer London com minhas amigas, ter gastos só comigo, acreditem: Quero tudo diferente!! Hahahaha...
É uma vida gostosa, até porque sou recém-casada, preciso passar por isso! Mas é uma vida gritando para ser "trocada", avançada por aquela que eu muito escuto: " Não deu tempo de fazer a unha, porque fui buscar meu filho na escola; não consegui encontrar você, porque minha filha caiu e machucou o joelho ; não vou poder comparecer lá, porque hoje é apresentação de ballet da minha filhinha na escolinha; não dormi direito, porque meu filho perdeu o sono e fiquei com ele..."
E muitas pessoas me dizem : "Você é doida!!! Quando vierem seus filhos, aos montes como você quer, você sentirá saudade dessa vida que você leva hoje."
Pode até ser que eu sinta mesmo, mas é comum , já é de mim, sentir saudade de tudo o que vivo, porque vivo intensamente cada fase minha, exatamente para ter lembranças e sentir essa saudadezinha. Mas a vantagem de viver as coisas e os momentos com intensidade, é que apesar da saudade gostosa, não sinto vontade de voltar no tempo e reviver situações. Na verdade, eu sempre quero viver novas sensações, construir novas histórias...
Sem contar que estou falando de maternidade!!! Não é qualquer vida, não é qualquer condição. Poxa, é MATERNIDADE!!!
E para todas as mulheres que assim como eu, sonham em ser mãe, nenhum sonho pode ser maior e mais esperado do que esse, certo?!


Um PARABÉNS imenso a todas as minhas amigas mães e principalmente à minha, que é a melhor mãe do universo!!!
;)
Quero ser pelo menos a metade dela!  

*
 Vocês  todas são incríveis!!


7 comentários:

Lilian Amorim disse...

Ai Rê, vc e seus textos lindos de emocionar.
Também sonhava com o dia em que seria mãe assim como vc...
Essa fase que vc está vivendo é maravilhosa, mas outra ainda melhor estar por vir :)
Ser mãe é desgastante, cansativo, muitas vezes não sobra tempo para se cuidar, mas tudo isso é compensado por uma amor tão imenso e intenso que não cabe dentro da gente...
Logo, vc experimentará as delícias da maternidade... hehehe

Amiga, tenha um domingo muito feliz ao lado da sua mãe, viu!
Um super beijo

karina disse...

Nossa, a Lilian disse tudo, esses textos de emocionar são f...rsrsrsrs
Eu me seguro aqui na empresa pra nao chorar na frente do pc, kkkkk...
Ai Re, tbm sonho com esse dia, embora para você esse sonho esteja a um passo pq vc já é casadinha e eu ainda não....
Você será uma grávida linda e uma mãe de tirar o cahpéu...
mais vc é mto novinha ainda, casou cedo, tem tempo de curtir mais se quiser...
eu com 27 anos eh que devia estar um pouco preocupada kkkkkkkkkkk...
sempre quis ser mãe antes dos 30...mais vamos ver o que Deus me reserva, acho que não vou realizar essa meta tão cedo, kkkkkk
Assim curto o seu baby como titia hehehe
lindaaaa
beijossssss

Renata G.F. Scarpino disse...

Liiii, obrigada!!!
E parabéns pelo seu dia. Deus te presentou em cheio dando o fofo do Davi!!! Aproveitem o dia de vocês agarradinhos, que delícia!!!

Ká, não tem nada a ver com idade, vontade de ser mãe eu tenho desde que me entendo por mulher, hahaha...
E não importa se a gente vai ser mãe com 25, 30, 35, 40 anos...ser mãe é perfeito em qualquer momento da vida de uma mulher!!!!
Tenho ctza que você será!!!
Beijão!!!

Ju Silva Alves disse...

Meu Deus,sou muito grata por ter uma pessoa como você Renatinha em minha vida,seu dom deve ser perpetuado,você toca,comove,nos enche de alegria e com esse post em especial aumentou ainda mais o meu desejo de ser mãe,com todos os atributos que vc colocou ...Que Deus conserve em você está luz que a torna tão especial e amada.
Te amo amiga.Qto mais te conheço mais quero vc presente em minha vida.

Anônimo disse...

Querida nora, vc falou exatamente o que é ser mãe, é abrir mão de muitas coisas que faziamos, para cuidar da pessoa mais importante da nossa vida que é: Filho. Eu tive dois 'maravilhosos' e vc é prova concreta disso, porque é casada com o Júnior.
Faria tudo novamente, perderia minhas noites de sono, deixaria de sair para algum divertimento, só para ficar em casa, contando histórinhas prá eles. E não é mentira não! Fiz incontáveis vezes isso! É um prazer enorme e indescritível a maternidade!
Obrigada pelo texto, por eu ser mãe, e, saber exatamente como é essa função!
Obrigada por estar com meu filho e saber que vc vai me dar netos maravilhosos!
beijos
Karen.

Vanessa_Oliveira disse...

Rê muito lindo seu post... vc descreveu maravilhosamente como é ser mãe. Tenho certeza que logo realizará esse seu sonho e será uma grande mãe.
Vc é carinhosa e tem sensibilidade de ler a alma das pessoas. Isso é um dom.
Parabéns ... vc não sabe, mas já mãe ... já mãe de alma ... logo será de corpo. Bjim linda ***

Renata G.F. Scarpino disse...

Obrigada meninas lindas!!! Adoro muito vocês!!!
E Van, também sinto isso, que minha maternidade já está na alma!!!
Amei!!!
Beijos mil a tdas!!