segunda-feira, 31 de janeiro de 2011






“Um domingo de tarde sozinha em casa dobrei-me em dois para a frente - como em dores de parto - e vi que a menina em mim estava morrendo. Nunca esquecerei esse domingo. Para cicatrizar levou dias. E eis-me aqui. Dura, silenciosa e heróica. Sem menina dentro de mim.”

Clarice Lispector.



...porque eu não seria eu mesma
se não tivesse tanto de menina
dentro de mim...


3 comentários:

karina disse...

Vc é a menina-mulher mais meiga, doce e linda q conheço.
amuuuuuuu

Cyntia R. disse...

A menina linda: Rê.

Anônimo disse...

concordo!!
Mami´s Jr e sogra´s