segunda-feira, 23 de agosto de 2010



Todo mundo tem necessidade de mudança, não é?
Já notei que toda vez que a gente muda algo , que nem precisa ser radical, o outro, que está ao lado, percebe que "precisa" mudar também. Ele sabe que "na mesma", não pode ficar. As pessoas não querem ter a sensação de se sentirem para trás, vivendo os velhos hábitos, enquanto o amigo se casa, viaja, se muda, começa a namorar,começa uma esporte, compra um carro novo, muda de emprego, etc...
Notei que com o meu casamento, muitas pessoas resolveram dar um passo grande também. Se não agora, com planos de ser daqui a pouco. Acho isso ótimo! Sinal de que minha mudança, inspira outras, que também significam avanço, crescimento, amadurecimento.
A única coisa que me chateia, pela pessoa mesmo e não por mim, é quando o outro decide mudar alguma coisa, invejando, cobiçando a mudança alheia. Não se muda por inveja, por raiva de ver o outro feliz! Muda-se, primeiro, por decisão própria, que pode até ter sido motivada pela mudança da pessoa ao lado, desde que seus olhos encarem isso com admiração, não como disputa de quem muda mais e melhor.
Tenho dó de gente assim, pois realmente nunca serão felizes de verdade. Vivem uma eterna busca, uma eterna sensação de insatisfação, porque não preenchem o vazio, apenas o distraem.
Mudar é ótimo! Quando a gente muda, tudo recomeça à nossa volta. Existem as alegrias, recompensas e também as dificuldades, fato né?
Mas a mudança, quando é atitude pessoal, que parte de um desejo interno, seja inspirado pela admiração ou mesmo por critérios próprios, essa sim, é a mudança evolutiva!!! Que faz feliz a quem muda e a quem está ao lado, mudando também!!=)

3 comentários:

karina disse...

assino em baixo teacher linda.
bjuss.
ainda mais casar...qdo uma amiga casa, a gente que nem perspectiva disso tem, fica loucaaaaaaaa...
mas sempre feliz...quem nao fica feliz sao as invejosas...
aliás to achando que msm que eu queira namorar e casar não vai acontecer viu Rê? tem gente que tem vocação, como vc fala e gente que não.
Eu não tenho não devo ter...e preciso aceitar o fato.
rs
bjusss

Bruna Trovão disse...

acho lindo ver que tem meninas tão novinhas com tanta maturidade! esse é o seu caso!
lindo o que você escreveu, e carregado de verdades.
temos que querer melhorar sempre, mas não pra deixarmos de nos sentir ultrapassados e sim por crescimento pessoal!
tudo de bom seu post!
bjo

Lilian Amorim disse...

Oi flor!!!
Saudades...
E aí, tá chegando seu grande dia, hein? Que gostoso :)
Assino embaixo tudo que escreveu. Eu tenho tanta raiva disso Rê. Muitas pessoas dizem que sou referencial, que tem a minha vida, o meu casamento como exemplo. Acho isso ótimo desde que não me invejem. Infelizmente estamos rodeados de gente assim e isso as vezes me faz muito mal. Como é difícil encontrar pessoas que se alegram verdadeiramente com nossas conquistas, que não sentem inveja daquilo que temos e somos...
Por isso a maioria dos projetos que eu e o Jú fazemos, só contamos depois que ele é 100% realizado, pra que nenhum olho gordo "dificulte" a chegada das nossas bênçãos :)

Bjs