segunda-feira, 19 de julho de 2010


Eu não disse que seria fácil, mas prometi que valeria a pena...
Tô falando de mim mesma.
Sinto-me um pouco magoada agora e vim aqui dividir isso com vocês, na tentativa de amenizar essa sensação ruim.
Infelizmente um dia que começa muito bem, pode acabar muito mal, mas é como dizem:"nada como uma boa noite de sono", né não?
Tenho plena consciência da minha extrema sensibilidade. Quem me conhece, sabe que choro por qualquer coisa, que rio de qualquer besteira também: cachorro na rua fazendo xixi, tem graça pra mim!
Mentirinha "boba"( que a pessoa considera boba), me marca profundamente...
Por isso eu sempre digo às pessoas que convivem comigo: que não é fácil mesmo me entender, mas sempre digo e garanto que vale a pena ficar ao meu lado, porque quando gosto de alguém: seja quem for, seja qual for a relação, eu me entrego, me doo inteiramente, dedico meu coração...faço TUDO o que estiver ao meu alcance pra fazer dar certo. Vocês (que conhecem a mim) sabem bem disso!!
Pode parecer a coisinha mais boba do mundo considerar palavrão, uma ofensa; considerar um pedido negado, um motivo para chorar ou enxergar o tom de voz alterado como grosseria das feias...ou achar que falta de tempo pra mim é descaso,mas é o meu jeito!!! Eu sou assim, essa sou eu: alunos, amigos, pais, irmãos, noivo, meus amados, meus amores...precisam me aceitar assim e principalmente: respeitar a minha maneira de lidar com o mundo!! Cada um reage de uma forma, cada um se sustenta na sua base, cada um é cada um dentro dos seus limites!!
Eu não busco a compreensão de ninguém. Desejo apenas que me respeitem.
Que saibam como conversar comigo, da mesma maneira que tento conversar com as pessoas.
Que saibam reconhecer(e não necessariamente retribuir) aquilo que ofereço de mais puro e verdadeiro: meu sentimento!
E aqueles que fazem parte do meu convívio, nas vezes em que se indispuserem comigo, que nunca alterem a voz, que nunca xinguem, que nunca mudem suas feições e ações, num impulso de raiva: isso com certeza se alojará dentro de mim. Minhas mágoas duram muito...Não sinto raiva das pessoas: nunca!!! Mas mágoa, não consigo dizer que não!!
Como já disse por aí, prefiro ser amada a ser compreendida.
Aqueles que souberem como conversar, o que responder, de que jeito,em que hora, com que palavra...esses sim serão amados e lembrados na alegria e na tristeza; nas nossas brincadeiras e nas nossas discussões!! Vou amá-los inobstante aos possíveis desentendimentos.
Só peço que não haja indelicadeza e falta de percepção.
As pessoas sensíveis (no caso, eu) sofrem mais!!
Boa noite com o coração meio apertadinho...
Nem todos os dias podem ser cor-de-rosa, infelizmente...

3 comentários:

karina disse...

Re to com vc e nao abro
te entendo
amodoro
bjss

Camila disse...

Poxa!! Pena que nosso almoço não deu certo.. não gosto de te ver tristinha!! E nossos almoços e passeios são sempre alegress.. Quinta já está combinado, almocinho e caminhada atrás das coisinhas do chá!! Amoo tanto participar destes momentos da sua vida!! Mais feliz ainda por não ser apenas o chá bar.. mas por ser o aniversário da minha irmãzinha mais nova, LINDAAAAAAAAAAAA!!!!

Renata França disse...

Minha nobre!! Minha cara!!
Como eu amo você!!
Você me faz bem, melhora minhas dores, sara minhas feridas!!
Ao seu lado, tudo fica em paz!!!
Quinta vai ser feliz!!!
E sexta então...sem palavras!!!
Já passou o que me incomodava, viu?
Dps te conto!!
Beijão!!!
Amo demais!