quinta-feira, 11 de março de 2010


Ontem eu vi dois garotinhos de uns 6,7 anos brincando de rodar.
Sabe quando duas pessoas se dão as mãos entrelaçadas, pegam firme e giram, até ficarem tontas?Hahahahahahaha...
Essa brincadeira tem um nome, mas não consigo me lembrar. E todas as pessoas pra quem pergunto,também não conseguem se lembrar. Aliás todo mundo pra quem perguntei, já brincou disso várias vezes, mas o nome mesmo ninguém recorda.
Por isso não consegui achar nenhuma imagem no google, que pudesse representar a cena.
Mas enfim...todo mundo sabe (eu acho) do que estou falando. Impossível não ter brincado disso.
Se um soltasse da mão do outro, já era!!! Alguém (que não estava pronto para soltar a mão) caía na hora! Se esfolava, machucava pra valer!!!
Então fiquei observando os dois amiguinhos que giravam, giravam, giravam...somando àquele momento um monte de risadas, adrenalina, aquela sensação de estar "voando em terra"...delícia!
Lembrei de quando eu brincava assim. Eu precisava confiar na minha amiga pra rodar, sem ela me deixar cair. Assim como ela tinha que confiar em mim: era uma troca! Uma troca de confiança!!!
Desde pequenos, mesmo que não saibamos o sentido desses valores, já convivemos com eles!
Como é que se imagina o que é CONFIAR aos 6 anos?
Como é que se responde o significado da palavra confiança a uma criança?
Ta aí !!!
Se meus filhos me perguntarem, posso lhes responder:
- Filho, segura na minha mão bem forte e não solta!
Agora gira comigo e quando um de nós dois se sentir tonto, a gente pede pra parar. Mas tem que falar bem alto " QUERO PARAR",pro outro não cair.
Confia em mim!!!

E assim, eu acho que seria muito mais fácil entender o valor da confiança!!!=)

P.S: Quem souber o nome dessa brincadeira, me conta!!!

2 comentários:

Dayane disse...

adorava brincar disso mais tbm nao sei o nome
kkkkkkkkkkkkkk
que lindo seu texto Re.

Bruna carolina disse...

puxa, nem sei se tem nome essa brincadeira...
tbm já rodei muito, eu adorava!
foi muito bonita a comparação com a confiança e se encaixou perfeitamente!
acho que acontece o tempo todo qdo a gente é criança, pq somos muito dependentes, como qdo pulamos no colo dos nosos pais, qdo pedimos pra eles não soltarem a bicicleta qdo aprendemos a andar... é tdu tão lindo...