segunda-feira, 22 de fevereiro de 2010

E ela,toda magoada com o erro dele, mas ainda apaixonada diz:

- Você teria coragem de me olhar nos olhos e me dizer que tudo não passou de um engano?

O cara, sempre se esquivando diz:

- Claro.
(Mas se mantém estático; quando não, sai correndo.)

Ela, ainda esperançosa de que através daquela conversa de olhos fixos, poderia haver um jeito de perdoá-lo e recomeçar com "aquele" beijo, espera, espera, espera....

Mas aí vem a estupidez masculina e o acusa mais uma vez.
Outro erro, outro vacilo sem desculpas...

- Você não vai nem tentar se explicar? - pergunta ela, tão romântica e tão frágil

(...)
Então, não há respostas.
Faz-se um silêncio eternamente...

4 comentários:

Victória Bubliani disse...

vixeeee
cara burro.......kkkkk

Camila disse...

Roteiro de filmeeee!! kd o final feliz??????..

Náthaly disse...

Lindo e triste!

Luiz disse...

Algumas infelicidades precisam ocorrer para que as pessoas, aprendam e se possível, reconstruam tudo, com alicerces muito mais fortes do que outrora.

Um final infeliz tende a redundar num recomeço - de nova vida - melhor. É o ciclo do aprendizado - através do erro e acerto.